Felipe Coutinho: Ivan Monteiro faz lobby para privatizar a Petrobras

O presidente da Aepet (Associação dos Engenheiros da Petrobras), Felipe Coutinho, denuncia os riscos do projeto de lei da cessão onerosa, aprovado na Câmara em plena Copa do Mundo sem debate com a sociedade; "Tal medida não está prevista em lei e nem no contrato da cessão onerosa, é algo inédito. A proposta é nociva tanto à Petrobras quanto ao Brasil", critica; para ele, o novo presidente da estatal, Ivan Monteiro, faz lobby entre os parlamentares para privatizar a empresa; assista sua entrevista

Felipe Coutinho: Ivan Monteiro faz lobby para privatizar a Petrobras
Felipe Coutinho: Ivan Monteiro faz lobby para privatizar a Petrobras

TV 247 - O presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet), Felipe Coutinho, explicou em entrevista à TV 247 os malefícios presentes na venda dos cinco bilhões de barris produzidos pelo pré-sal a multinacionais, através de um projeto de lei apresentado pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM) e aprovado na Câmara dos Deputados em plena Copa do Mundo, sem nenhum debate social.

Coutinho explica o que significa a cessão onerosa: "É um direito, um contrato estabelecido entre a União e a Petrobras, firmado em 2010, que dá o direito à estatal produzir cinco bilhões de barris de petróleo equivalentes, um volume muito significativo, pois as reservas do Brasil estão na ordem de 12 bilhões de barris".

Ele destaca que, desde 2010, o principal foco da Petrobras foi investir nesses campos que teriam o potencial de produzir cinco bilhões em petróleo, e agora, em 2018, seria o momento "da colheita" do petróleo. "Tais investimentos projetam o pré-sal da cessão onerosa em um milhão de barris produzidos por dia", expõe. 

O presidente da Aepet afirma ainda que o projeto de lei permite que a Petrobras privatize até 70% desses cinco bilhões de barris do pré-sal à iniciativa privada. "Tal medida não está prevista em lei e nem no contrato da cessão onerosa, é algo inédito", afirma. 

"O novo presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, defende esse projeto dizendo ser positivo para a Petrobras. A Aepet discorda completamente desta opinião, a proposta é nociva tanto à Petrobras quanto ao Brasil, o fato é que  Ivan Monteiro faz lobby para privatizar a Petrobras", condena Coutinho. 

Coutinho denuncia que o PL de Aleluia foi aprovado na Câmara em plena Copa do mundo, sem nenhuma discussão com a sociedade, e que agora segue para o Senado. "Por isso a mobilização é fundamental para vetar seu avanço. Devemos pressionar o presidente do Senado, Eunício Lopes de Oliveira (MDB), para que o projeto seja, ao menos, debatido na Casa", defende.

Questionado se o petróleo poderá voltar para as mãos do brasileiro, Coutinho afirma que não somente é possível, como se faz urgente. "E isso precisa ser feito a partir do dia primeiro de janeiro de 2019, tem que ser proposta dos candidatos às eleições presidenciais", reforça. 

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista com Felipe Coutinho:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247