França declara fim do "dogma da austeridade"

A Comissão Europeia deu ao país de François Hollande mais dois anos para cumprir a meta do déficit orçamentário, devido à falta de perspectivas econômicas do país dentro da zona do euro atingida por uma recessão

França declara fim do "dogma da austeridade"
França declara fim do "dogma da austeridade"

Reuters - A mudança da Europa para dar à França mais dois anos para reduzir seu déficit público para menos de 3 por cento marca o fim do "dogma austeridade" na Europa, afirmou neste domingo o ministro das Finanças francês, Pierre Moscovici.

A Comissão Europeia deu à França na sexta-feira mais dois anos para cumprir a meta do déficit orçamentário, devido à falta de perspectivas econômicas do país dentro da zona do euro atingida por uma recessão.
"Isso é decisivo, é uma mudança na história do projeto europeu desde o início do euro", disse Moscovici à rádio francesa Europe 1.

"Nós testemunhamos de certa forma o fim da austeridade financeira e a fim do dogma da austeridade".

O presidente François Hollande tinha apelado por mais um ano para trazer o déficit público da França abaixo de 3 por cento do PIB, em linha com os objetivos europeus.

O debate sobre medidas de austeridade para reduzir os níveis da dívida nacional tem alimentado especulações sobre uma piora das relações entre Hollande e a chanceler alemã, Angela Merkel.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247