França diz não estar pronta para ratificar acordo comercial UE-Mercosul

Apesar da euforia do governo Jair Bolsonaro ao anunciar o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, o governo da França disse que ainda não está preparado para ratificar o documento;" Não posso dizer que hoje vamos ratificar o Mercosul (...) A França, no momento, não está pronta para ratificar", afirmou o porta-voz do governo francês, Sibeth Ndiayeapós

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar da euforia do governo Jair Bolsonaro ao anunciar o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, fechado durante a última reunião de cúpula do G-20, no Japão, após 20 anos de negociações, o governo da França disse que ainda não está preparado para ratificar o documento. De acordo com o porta-voz do governo francês, Sibeth Ndiayeapós, a França pretende solicitar uma série de “garantias” aos países do Mercosul. 

Não posso dizer que hoje vamos ratificar o Mercosul (...) A França, no momento, não está pronta para ratificar", disse Ndiayeapós. "Vamos observar com atenção e, com base nestes detalhes, vamos decidir", afirmou o porta-voz em entrevista ao canal de notícias BFM. 

A fraça é um dos países que mais tem colocado barreiras à efetivação do acordo comercial entre o bloco europeu e o Mercosul. Além de garantias ambientais, estas direcionadas em larga escala ao Brasil, a França também teme que o seu setor agrícola seja afetado devido a entrada massiva de produtos originários da América do Sul. ao uso intensivo. 

Segundo os produtores locais, a União Europeia vem endurecendo cada vez mais as regras ambientais, enquanto na América do Sul o uso de antibióticos, hormônios de crescimento, defensivos agrícolas e grãos geneticamente modificados são utilizados em larga escala, o que resultaria na perda de vantagens competitivas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247