FUP denuncia manobra para entregar o pré-sal

Em texto enviado à imprensa, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) denuncia que "numa manobra escancarada, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que analisa o PL 4567/16, se reuniu nesta terça (28), mesmo após a audiência ter sido cancelada no site oficial da Casa, e tentou colocar em votação o relatório favorável a acabar com a exclusividade da Petrobras na operação do Pré-Sal"; o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA), relator do projeto, leu o documento, defendendo na íntegra o texto que já foi aprovado no Senado, a partir de proposta de José Serra (PSDB/SP); os deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e Glauber Braga (PSOL-RJ) pediram vistas, conseguindo adiar para a próxima terça (5) a sessão que deverá votar o relatório

Em texto enviado à imprensa, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) denuncia que "numa manobra escancarada, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que analisa o PL 4567/16, se reuniu nesta terça (28), mesmo após a audiência ter sido cancelada no site oficial da Casa, e tentou colocar em votação o relatório favorável a acabar com a exclusividade da Petrobras na operação do Pré-Sal"; o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA), relator do projeto, leu o documento, defendendo na íntegra o texto que já foi aprovado no Senado, a partir de proposta de José Serra (PSDB/SP); os deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e Glauber Braga (PSOL-RJ) pediram vistas, conseguindo adiar para a próxima terça (5) a sessão que deverá votar o relatório
Em texto enviado à imprensa, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) denuncia que "numa manobra escancarada, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que analisa o PL 4567/16, se reuniu nesta terça (28), mesmo após a audiência ter sido cancelada no site oficial da Casa, e tentou colocar em votação o relatório favorável a acabar com a exclusividade da Petrobras na operação do Pré-Sal"; o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA), relator do projeto, leu o documento, defendendo na íntegra o texto que já foi aprovado no Senado, a partir de proposta de José Serra (PSDB/SP); os deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e Glauber Braga (PSOL-RJ) pediram vistas, conseguindo adiar para a próxima terça (5) a sessão que deverá votar o relatório (Foto: Valter Lima)

247 - Numa manobra escancarada, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que analisa o PL 4567/16, se reuniu na tarde desta terça-feira (28), mesmo após a audiência ter sido cancelada no site oficial da Casa, e tentou colocar em votação o relatório favorável a acabar com a exclusividade da Petrobras na operação do Pré-Sal. O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA), relator do projeto, leu o documento, defendendo na íntegra o texto que já foi aprovado no Senado, a partir de proposta de José Serra (PSDB/SP). Após a leitura do relatório, os deputados federais Carlos Zarattini (PT-SP) e Glauber Braga (PSOL-RJ) pediram vistas, conseguindo adiar para a próxima terça-feira, dia 05 de julho, a sessão que deverá votar o relatório favorável à aprovação do PL 4567/16.

Segundo a FUP, a presidência da comissão informou ontem no site oficial da Câmara dos Deputados o cancelamento da reunião ordinária convocada para a manhã desta terça-feira (28). Hoje, no entanto, a reunião foi reagendada às pressas para a tarde, o que demonstra a intenção clara de tentar impedir a mobilização dos petroleiros em Brasília.

Na semana passada, diante da pressão dos diretores da FUP, AEPET e FNP, os deputados adiaram a votação do relatório. Há uma ação deliberada dos parlamentares que apoiam o governo golpista de Michel Temer de tentaram dificultar o acesso dos petroleiros às audiências da Comissão que analisa o PL 4567/16.

Os petroleiros, no entanto, continuarão resistindo para impedir a aprovação do relatório que tira a Petrobrás da operação do Pré-Sal. A FUP preparou material que está sendo distribuido em conjunto com a Aepet e a FNP, convocando os trabalhadores e toda a população a pressionarem os parlamentares para que votem contrários ao projeto. O Pré-Sal tem que ser explorado pela Petrobrás a serviço do povo brasileiro para garantir a soberania nacional e a utilização social dos recursos gerados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247