Governo Bolsonaro corta orçamento da Embrapa em prol do ajuste fiscal

Corte de R$ 240 milhões do orçamento do Ministério da Agricultura deverá afetar diretamente a Embrapa, um dos principais órgãos de pesquisas do setor agropecuário nacional. Corte deverá reduzir o orçamento da Embrapa em R$ 119 milhões até o final deste ano

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O corte de R$ 240 milhões do orçamento do Ministério da Agricultura determinado pelo governo Jair Bolsonaro em função do ajuste fiscal deverá afetar diretamente a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), um dos principais órgãos de pesquisas do setor agropecuário do país. Segundo reportagem do Globo Rural, o corte deverá reduzir o orçamento da Embrapa em R$ 119 milhões até o final deste ano.  

Somente neste ano, a Embrapa destinou  R$ 200 milhões para pesquisa e inovação. Em 2021, porém o orçamento para esta área poderá cair para apenas R$ 59 milhões. O valor consta da proposta orçamentária para o próximo exercício encaminhada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. 

“Nós temos rebanhos experimentais, gado de corte, gado de leite, aves, suínos… e temos também experimentos de plantas em geral. Toda a parte é afetada nessa altura do campeonato”, disse o presidente do sindicato que representa os funcionários da Embrapa (Sinpaf), Marcus Vinícius Vidal. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247