Governo Bolsonaro vai liberar preços de remédios sem prescrição médica

Governo Jair Bolsonaro, que no início deste mês autorizou um aumento de 4,33% no preço dos remédios, deu início a um processo para liberar os preços de medicamentos isentos de prescrição médica (MIPs), como a dipirona e o ibuprofeno, que podem ser comprados livremente pela população; medida, que foi publicada na resolução número 2 da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), retira o preço-teto estabelecido para estes leque de produtos

Governo Bolsonaro vai liberar preços de remédios sem prescrição médica
Governo Bolsonaro vai liberar preços de remédios sem prescrição médica (Foto: Pillar Pedreira/Agência Senado)

247 - O governo Jair Bolsonaro, que no início deste mês autorizou um aumento de 4,33% no preço dos medicamentos, deu início a um processo para liberar os preços de medicamentos isentos de prescrição médica (MIPs), como a dipirona e o ibuprofeno, que podem ser comprados livremente pela população.

A medida, que foi publicada na resolução número 2 da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), retira o preço-teto estabelecido para estes produtos. Segundo o texto da resolução, serão criados três grupos de MIPs para assegurar uma liberação gradual, reduzindo o riso de uma explosão nos preços praticados pelos estabelecimentos junto ao consumidor final.

Atualmente os medicamentos que podem ser comprados sem prescrição envolvem um leque de cerca de 3 mil itens, que movimentam algo próximo de R$ 10 bilhões anuais.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247