Governo estuda mudança de frete e prazo de reajustes para reduzir preços dos combustíveis

Umas das principais mudanças estudadas pelo Ministério de Minas e Energia deve ser referente à maneira como se calcula o preço do petróleo enviado às refinarias

www.brasil247.com -
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


247 - O governo Jair Bolsonaro busca uma nova alternativa para reduzir o preço dos combustíveis: mudar o sistema de fretes da Petrobrás. De acordo com interlocutores da administração federal, a estimativa é que a medida reduza a cotação do petróleo de 10% a 15%. Segundo o jornal O Globo, uma das principais mudanças que o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, estuda deve ser referente à maneira como se calcula o preço do petróleo enviado às refinarias, que tem impacto no valor de distribuição e da fonte.

Atualmente, a empresa trabalha com um preço conhecido como CIF, que inclui todos os custos envolvidos para importar o petróleo, inclusive seguro e frete. 

A ideia é que a Petrobrás passe a ser usar o preço FOB (do inglês, free on board, que é o valor puro da mercadoria, sem levar em conta os custos envolvidos na importação). A proposta pode trazer dificuldades para o mercado importador de combustíveis, mas tem apoio de Sachsida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email