Governo Lula não será intervencionista na Petrobrás, diz integrante da transição

"Não haverá atitude despótica, essas coisas vão ocorrer conversando com os investidores", disse o senador Jean Paul Prates

www.brasil247.com - Lula e Petrobrás
Lula e Petrobrás (Foto: Ricardo Stuckert | ABR)


Reuters - O governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não será "intervencionista" na Petrobrás, e mudanças na petrolífera serão feitas de forma gradual, disse o senador Jean Paul Prates (PT-RN), integrante da equipe de transição, nesta quinta-feira.

"Não haverá atitude despótica, essas coisas vão ocorrer conversando com os investidores", disse ele, em entrevista na saída do CCBB, sede do governo de transição.

Prates destacou que a equipe está tendo toda segurança do mundo para dizer que não haverá qualquer "medida interventiva" nem "pé na porta".

O senador disse que a política de pagamento de dividendos da Petrobras será discutida de forma gradual.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247