Governo Temer prepara novas vendas de campos de pré-sal

Governo Michel Temer já prepara uma nova licitação para ofertar três novas áreas do pré-sal ao mercado; Agência Nacional de Petróleo (ANP) já elaborou uma lista com sugestões das áreas que devem ser incluídas em dez licitações que devem acontecer entre 2017 e 2019;" Este ano teremos quatro rodadas e a ideia, já anunciada, é termos para 2018 e 2019 mais três rodadas a cada ano: uma 'rodadinha' [de áreas com acumulações marginais], uma rodada de blocos exploratórios [sob o regime de concessão], tanto no onshore quanto no offshore, e uma rodada de partilha do pré-sal", disse o diretor da ANP José Gutman

www.brasil247.com - plataforma petrobras
plataforma petrobras (Foto: Paulo Emílio)


247 - O governo Michel Temer já prepara uma nova licitação para ofertar três novas áreas do pré-sal ao mercado. De acordo com o diretor do Departamento de Exploração e Produção de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, João Vicente Vieira, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) já elaborou uma lista com sugestões das áreas que devem ser incluídas em dez licitações que devem acontecer entre 2017 e 2019.

"A ANP indicou várias áreas, mas estamos distribuindo [as áreas] ao longo dos anos, porque queremos fazer [um calendário de leilões] plurianual. A ideia é ter três áreas [no leilão deste ano]", afirmou Vieira.

As áreas, contudo, estão sob sigilo até a aprovação final da lista pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). A ANP já havia sinalizado, porém, que os campos em análise podem ser os de Peroba, Saturno e Pau Brasil, além de Alto Cabo Frio.

"Podemos fazer licitações numa frequência bastante grande. O cenário aponta para isso. Este ano teremos quatro rodadas e a ideia, já anunciada, é termos para 2018 e 2019 mais três rodadas a cada ano: uma 'rodadinha' [de áreas com acumulações marginais], uma rodada de blocos exploratórios [sob o regime de concessão], tanto no onshore quanto no offshore, e uma rodada de partilha do pré-sal", disse o diretor da ANP José Gutman ao jornal Valor Econômico.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247