Guedes ameaça reforma administrativa mais dura caso não seja aprovada agora

“Quanto mais para o futuro reforma administrativa ficar, mais dura ela vai ser”, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes, em videoconferência com a XP Investimentos

Paulo Guedes
Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O  ministro da Economia, Paulo Guedes, ameaçou uma reforma administrativa mais dura caso o projeto enviado pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso não seja aprovado no curto prazo.

“Estamos colocando parâmetros parecidos com os do resto do mundo. Seria um erro muito grande atrasar essa reforma agora, porque quanto mais para o futuro reforma administrativa ficar, mais dura ela vai ser. Se deixar para outro governo lá na frente, ele será muito mais duro”, disse nesta segunda-feira, 5, em videoconferência com a XP Investimentos.

“Acho que o Congresso está pensando nesse tempo. A administrativa é candidata natural e é mais fácil que tributária. Mas seria muito bom ver as duas reformas aprovadas até o fim do ano”, afirmou.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email