Guedes pede que Bolsonaro vete possibilidade de aumento salarial ao funcionalismo público

Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que pediu a Jair Bolsonaro para vetar trecho do projeto de lei de auxílio a Estados e municípios que permite aumento salarial a categorias do funcionalismo público. O projeto foi apreciado nesta quarta-feira (6) pelo Senado

Ministro Paulo Guedes fala a jornalistas próximo a Jair Bolsonaro
Ministro Paulo Guedes fala a jornalistas próximo a Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira que pediu ao presidente Jair Bolsonaro que vete a trecho do projeto de lei de auxílio a Estados e municípios que permite aumento salarial a categorias do funcionalismo público.

Em reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, Guedes afirmou que a contribuição solicitada pelo governo aos servidores durante a crise do coronavírus é apenas que não tenham aumento por um ano e meio, num quadro que será duro para os trabalhadores da iniciativa privada.

O projeto terminou de ser apreciado na véspera pelo Senado. Além dos profissionais de saúde, de segurança pública e das Forças Armadas, ficaram de fora do congelamento os trabalhadores da educação pública, servidores de carreiras periciais, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, guardas municipais, agentes socioeducativos, profissionais de limpeza urbana, de serviços funerários e de assistência social.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247