Inflação recua em SP influenciada por alimentos

Índice de Preços ao Consumidor (IPC) atingiu 0,16% na cidade, na primeira prévia de julho; taxa é metade da registrada no fechamento de junho

Inflação recua em SP influenciada por alimentos
Inflação recua em SP influenciada por alimentos

Marli Moreira
Repórter da Agência Brasil

São Paulo - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, atingiu 0,16%, na primeira prévia de julho. Essa taxa é metade da registrada no fechamento de junho, quando houve alta de 0,32%.

Além de uma queda mais expressiva no grupo alimentação que passou de -0,05 para -0,44%, quatro dos sete grupos pesquisados apresentaram decréscimos.

Em transportes, o índice teve alta de 0,38% ante 0,92%. No grupo despesas pessoais, ocorreu leve redução no ritmo de alta com 0,28% ante 0,31%. Em saúde, o IPC subiu com menos intensidade de 0,19% para 0,13% e o mesmo ocorreu em vestuário com elevação de apenas 0,12% ante 0,22%.

Já nos dois grupos restantes foram verificados avanços. Em habitação, a taxa subiu de 0,33% para 0,45% e em educação, alta de 0,11% ante 0,01%.

Edição: Talita Cavalcante

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247