JBS paralisa atividade em 7 fábricas no MS

Alegando "insegurança jurídica", a JBS anunciou nesta terça-feira (17) que paralisou, por tempo indeterminado, as atividades de compra e abate de carne bovina em suas sete unidades instaladas no Mato Grosso do Sul; a empresa de proteína animal tomou a decisão após ter R$ 730 milhões bloqueados de suas contas em razão de supostos prejuízos fiscais causados ao Estado

Carne, exportações, frigoríficos
Carne, exportações, frigoríficos (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Em mais um capítulo de uma novela que começou em maio, com a delação de seu então principal executivo, Joesley Batista, a JBS anunciou nesta terça-feira (17) que paralisou, por tempo indeterminado, as atividades de compra e abate de carne bovina em suas sete unidades instaladas no Mato Grosso do Sul.

Como motivo, a JBS alegou "insegurança jurídica".

A empresa de proteína animal tomou a decisão após ter R$ 730 milhões bloqueados de suas contas em razão de supostos prejuízos fiscais causados ao Estado.

Em um primeiro momento, a decisão não afeta os 15 mil colaboradores diretos da companhia, além de 60 mil indiretos, apenas no Mato Grosso do Sul.

O temor, no entanto, é que uma evolução desfavorável da situação acabe atingindo os trabalhadores.

As informações são de reportagem de Flavia Lima na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247