Lemann cai em desgraça nos Estados Unidos

Um dos apoiadores do golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, o empresário Jorge Paulo Lemann caiu em desgraça nos Estados Unidos, onde administra empresas como a Anheuser-Busch e a Kraft Heinz. Erros de gestão e práticas contábeis equivocadas começam a destruir o valor das empresas e também o afastam de antigos parceiros, como Warren Buffett

Lemann cai em desgraça nos Estados Unidos
Lemann cai em desgraça nos Estados Unidos (Foto: REUTERS/Lucy Nicholson)

Do jornal GGN A jornalista Maria Cristina Fernandes publicou no Valor desta sexta (15) um artigo mostrando que a perda de 40% do valor de mercado da Kraft-Heinz, após aquisição pelos brasileiros da 3G Capital, não é limitada à crise com o consumidor. Há indícios de que a nova gestão é responsável, ao menos na visão de funcionários e ex-funcionários, pelo desastre que já gerou prejuízo e quase 3 bilhões de dólares.

A Kraft-Heinz é o nome da sociedade resultante da fusão da Kraft Foods com a Heinz. A fusão foi suportada pela 3G Capital e a Berkshire Hathaway.

Há evidências de que, há anos, funcionários da Kraft-Heinz sabem de problemas de gestão que ajudaram na derrocada da empresa.

“Um extrato restrito às avaliações escritas ao longo dos últimos 12 meses mostra que os funcionários há muito já sabiam aquilo que Warren Buffett, dono da Berkshire Hathaway, divulgou na carta a investidores no fim de fevereiro.”

No texto, Buffett reclama que “pago muito caro” pela associação com a 3G Capital para a aquisição da Kraft-Heinz, em 2015.

Leia a íntegra no GGN

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247