Lula convida Banco Mundial a viver com um salário mínimo no Brasil

Depois da informação de que o relatório da instituição "Emprego e Crescimento - A Agenda da Produtividade" aponta que o valor do salário mínimo brasileiro é alto, o que teria o "potencial de limitar as oportunidades de trabalho formal", o ex-presidente Lula postou no Twitter: "Estou convidando a direção do Banco Mundial a vir viver no Brasil durante um ano com um salário mínimo por mês"

Depois da informação de que o relatório da instituição "Emprego e Crescimento - A Agenda da Produtividade" aponta que o valor do salário mínimo brasileiro é alto, o que teria o "potencial de limitar as oportunidades de trabalho formal", o ex-presidente Lula postou no Twitter: "Estou convidando a direção do Banco Mundial a vir viver no Brasil durante um ano com um salário mínimo por mês"
Depois da informação de que o relatório da instituição "Emprego e Crescimento - A Agenda da Produtividade" aponta que o valor do salário mínimo brasileiro é alto, o que teria o "potencial de limitar as oportunidades de trabalho formal", o ex-presidente Lula postou no Twitter: "Estou convidando a direção do Banco Mundial a vir viver no Brasil durante um ano com um salário mínimo por mês" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-presidente Lula disse está convidando a direção Banco Mundial a viver um ano com um salário mínimo no Brasil. O post no Twitter veio depois de um relatório divulgado pela instituição, chamado "Emprego e Crescimento - A Agenda da Produtividade", que aponta que o valor do salário mínimo brasileiro é alto. O texto avalia que a fórmula de reajuste deve ser revista e considerar indicadores de produtividade do trabalhador. 

"As restrições das leis trabalhistas às empresas e o alto (e crescente) valor do salário mínimo têm o potencial de limitar as oportunidades de trabalho formal - principalmente para os jovens em busca de emprego", destaca o documento.

Lula publicou: "Estou convidando a direção do Banco Mundial a vir viver no Brasil durante um ano com um salário mínimo por mês".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247