Lula e Dilma geraram mais emprego que Bolsonaro no primeiro ano de governo

Em 2019, saldo positivo de carteiras assinadas foi de 644 mil vagas, frente a 825 mil do governo Lula, em 2003, e outros 2,5 milhões em 2010

Sem saída para o emprego, Bolsonaro foca em populismo janista
Sem saída para o emprego, Bolsonaro foca em populismo janista
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal GGN - O primeiro ano de governo Bolsonaro conseguiu registrar alta de empregos com carteira assinada, o melhor resultado em cinco anos. Foram criados 644 mil postos, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O resultado, porém, está abaixo do desempenho de ex-presidentes petistas em seus primeiros anos de mandato.

Em 2003, o governo Lula registrou 825 mil vagas com carteira assinada. Em 2011, a gestão Dilma bateu os 1,94 milhão de empregos formais.

Confira a reportagem completa no Jornal GGN.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247