Meirelles quer tirar poder do Planejamento sobre gastos

Com mudança negociada com o presidente interino Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, passaria a ter maior controle sobre os gastos da União e, ao mesmo tempo, esvaziaria o Ministério do Planejamento, que está com Dyogo Oliveira desde a saída do senador Romero Jucá; Meirelles já anexou a Secretaria de Previdência, que até o início da gestão de Temer era vinculada ao Ministério do Trabalho e da Previdênciaa

Brasília - Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento) anunciam medidas para reduzir os gastos públicos (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento) anunciam medidas para reduzir os gastos públicos (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)

247 - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, pediu ao interino Michel Temer que a Secretaria do Orçamento, hoje no Ministério do Planejamento, seja transferida para sua pasta.

Assim, Meirelles passaria a ter controle maior sobre os gastos da União, esvaziando o Ministério do Planejamento, que depois da saída do senador Romero Jucá (PMDB-RO) está sob o comando interino do ministro Dyogo Oliveira.

Meirelles já anexou a Secretaria de Previdência, que até o início da gestão de Temer era vinculada ao Ministério do Trabalho e da Previdência.

Leia aqui reportagem de David Friedlander sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247