Mercado deve ter dia agitado após debandada no Ministério da Economia por causa de furo no teto de gastos

Mais uma sessão de forte aversão ao risco ao mercado. É isso que se espera para a sessão desta sexta-feira após o Ibovespa fechar no menor patamar do ano e o dólar flertar com os R$ 5,70

www.brasil247.com - Tribunal de Contas da União
Tribunal de Contas da União (Foto: Fotos Públicas)


Infomoney - Mais uma sessão de forte aversão ao risco ao mercado. É isso que se espera para a sessão desta sexta-feira (22) após o Ibovespa fechar no menor patamar do ano e o dólar flertar com os R$ 5,70  em meio aos crescentes riscos fiscais.

Após a queda de 2,75% do Ibovespa na véspera, o MSCI Brazil Capped ETF (EWZ), principal ETF (fundos de gestão passiva que acompanham algum índice e são negociados em Bolsa) dos ADRs (na prática, as ações de empresas brasileiras negociadas nos Estados Unidos) brasileiros tem uma nova sessão de queda, de cerca de 1%, após ter caído 4,8% na quinta.

O desempenho ocorre após quatro secretários do ministério da Economia terem pedido demissão em meio a pressões do governo para o aumento do benefício do Bolsa Família, agora Auxílio Brasil.  Bruno Funchal, secretário Especial do Tesouro e Orçamento, e Jeferson Bittencourt, secretário do Tesouro Nacional, e mais dois secretários deixaram a equipe do ministro Paulo Guedes após as manobras para furar o teto de gastos.

Na noite de ontem, a comissão especial que analisa a PEC dos precatórios concluiu a votação do texto que adia o pagamento de parte das dívidas judiciais do governo e altera a regra de correção do teto de gastos. Combinadas, as mudanças vão abrir R$ 83,6 bilhões no teto em 2022.

Ainda no radar corporativo, tem início a temporada de balanços, com a divulgação dos números da Hypera (HYPE3) após o fechamento do mercado.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email