Não existe risco-Lula, aponta Eurasia Group, maior consultoria de riscos de mundo

Relatório da empresa de Ian Bremmer aponta que a escolha de Geraldo Alckmin como vice é um claro sinal para os mercados

www.brasil247.com - Ian Bremmer, Lula e Bolsonaro
Ian Bremmer, Lula e Bolsonaro (Foto: Reprodução | Ricardo Stuckert | PR)


247 – A consultoria Eurasia Group, que divulgou um relatório sobre os grandes riscos globais previstos para 2022, dedicou um capítulo ao Brasil, que ajuda a desfazer mitos que circulam sobre um possível risco-Lula.

Segundo a empresa comandada por Ian Bremmer, uma vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não representa risco algum para a economia e para os chamados "mercados". Ele também destaca que a escolha do ex-governador Geraldo Alckmin como vice é um claro sinal de moderação, indicando que não haveria rupturas.

O relatório também afirma que a democracia brasileira estaria consolidada e que, embora Jair Bolsonaro possa tentar tumultuar o processo eleitoral, os militares não embarcariam com ele em uma aventura autoritária. É uma visão que contrasta, por exemplo, com a coluna desta terça-feira da jornalista Miriam Leitão, que diz que a grande incerteza que há no Brasil diz respeito a que tipo de armação Jair Bolsonaro fará para tentar se manter no poder. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A análise da Eurasia Group também detona a visão do economista Joel Pinheiro, que em artigo publicado na Folha de S. Paulo nesta terça-feira (4) tenta colocar dúvidas sobre "que Lula teremos depois da vitória" nas urnas em 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia, abaixo, o relatório da Eurasia Group:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email