Número de beneficiários do auxílio de R$ 600 pode chegar a 75 milhões, superando expectativa do governo

Número calculado incialmente pelo governo federal era de 54 milhões de pessoas. Com isso, os R$ 98,2 bilhões destinados para o auxílio seriam insuficientes

Auxílio Emergencial ao Trabalhador
Auxílio Emergencial ao Trabalhador (Foto: Leonardo Sá/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O número de brasileiros que podem ser beneficiados pelo auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia pode chegar a 75 milhões, bem acima do calculado incialmente pelo governo, que era de 54 milhões de pessoas. Com isso, os R$ 98,2 bilhões destinados para o auxílio seriam insuficientes. 

Apesar disso, integrantes do governo avaliam que não deverá haver maiores dificuldades em ampliar a provisão da despesa referente a ajuda, caso isso seja necessário. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, os dados ainda estão sendo reavaliados pela equipe econômica e podem ser alterados conforme for verificada a quantidade das pessoas que se encaixem nos critérios estabelecidos e os que têm direito a receber o auxilio emergencial. . 

Nesta segunda-feira (13) a Dataprev identificou um total de 54,3 milhões de brasileiros habilitados a receber os R$ 600 entre os que já estavam inscritos no  CadÚnico, que também inclui os beneficiários do programa Bolsa Família). O número corresponde a 70% dos inscritos no banco de dados da instituição e praticamente não deixa espaço para a inclusão de novos beneficiários. 

Neste caso, os chamados invisíveis, que têm direito a receber ajuda, não estão inscritos nos bancos de dados oficiais, o que poderá fazer com que o governo refaça as contas e amplie o programa. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247