O ano mal começou e governo Temer prepara contingenciamento do orçamento

Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que o governo Michel Temer fará contingenciamento no Orçamento de 2018 após reavaliação de expectativas de receitas e despesas, que incluem a privatização da Eletrobras; segundo ele, não há definição ainda sobre a incorporação de estimativas de receitas com a Eletrobras em 2018; orçamento para este exercício foi aprovado com rombo recorde de R$ 157 bilhões

(Brasília, DF 22/12/2016) Presidente Michel Temer acompanhado do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira durante Café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada
(Brasília, DF 22/12/2016) Presidente Michel Temer acompanhado do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira durante Café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta terça-feira que o governo fará contingenciamento no Orçamento de 2018 após reavaliação de expectativas de receitas e despesas, que incluem a privatização da Eletrobras.

Segundo ele, não há definição ainda sobre a incorporação de estimativas de receitas com a Eletrobras em 2018.

O ministro reafirmou ainda a jornalistas que o governo não trabalha com a hipótese de a reforma da Previdência ser votada mais ao final do ano.

Por Marcela Ayres

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247