Procuradoria pede condenação de 9 do Panamericano

O Ministério Público Federal pediu a condenação de nove ex-diretores do Banco Panamericano por crimes contra o sistema financeiro e gestão fraudulenta ocorridos entre 2007 e 2010; as penas podem variar de 3 anos a 78 anos de prisão, como no caso do ex-presidente do Conselho de Administração do Panamericano, Luiz Sebastião Sandoval

Procuradoria pede condenação de 9 do Panamericano
Procuradoria pede condenação de 9 do Panamericano (Foto: LUCASLACAZRUIZ A13 )

247 - O Ministério Público Federal pediu a condenação de nove ex-diretores do Banco Panamericano por crimes contra o sistema financeiro e gestão fraudulenta ocorridos entre 2007 e 2010. As penas podem variar de 3 anos a 78 anos de prisão, como no caso do ex-presidente do Conselho de Administração do Panamericano, Luiz Sebastião Sandoval.

O pedido foi apresentado em memoriais à 6.ª Vara Criminal da Justiça Federal em São Paulo, responsável pela ação penal contra dezessete acusados pelo rombo de R$ 4 bilhões na instituição financeira, conforme reportagem do Estadão

"O procurador pediu também a absolvição de outros 5 ex-diretores e de três funcionários do banco.

A entrega dos memoriais é a fase processual das alegações finais. Nessa etapa, acusação e defesa apresentam seus argumentos derradeiros.

Segundo o procurador, a ‘gestão criminosa causou um rombo no banco’. O Panamericano acabou sendo vendido por seu controlador, o animador de TV Silvio Santos, à Caixa Econômica Federal.

O procurador pediu a condenação do executivo Luiz Sebastião Sandoval, ex-presidente do Conselho de Administração do banco, por quatro episódios de gestão fraudulenta, por gestão fraudulenta combinada com apropriação indébita financeira, mais um caso de apropriação indébita financeira e por induzir ou manter em erro sócio, investidor ou repartição pública sobre a situação do banco.

"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247