Produção industrial cresce em sete estados

A produção industrial cresceu em sete dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de dezembro do ano passado para janeiro deste ano; a maior alta foi observada no estado de Pernambuco (13,5%), de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional

www.brasil247.com - A produção industrial cresceu em sete dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de dezembro do ano passado para janeiro deste ano; a maior alta foi observada no estado de Pernambuco (13,5%), de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional
A produção industrial cresceu em sete dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de dezembro do ano passado para janeiro deste ano; a maior alta foi observada no estado de Pernambuco (13,5%), de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional (Foto: Paulo Emílio)


Agência Brasil - A produção industrial cresceu em sete dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de dezembro do ano passado para janeiro deste ano. A maior alta foi observada no estado de Pernambuco (13,5%), de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgada hoje (10).

São Paulo, estado mais industrializado do país, o crescimento foi 7,1%. Outros locais com aumento na produção foram Minas Gerais (6,5%), Goiás (4,4%), Espírito Santo (4,3%) e Santa Catarina (2,4%). Com um crescimento abaixo da média nacional (2%), aparece o Rio de Janeiro, com variação de apenas 0,2%.

Por outro lado, sete locais tiveram queda na produção: Bahia (-10,1%), Paraná (-5,6%), Rio Grande do Sul (-2,9%), Amazonas (-2,3%), Ceará (-2%), Região Nordeste (-1,9%) e Pará (-0,9%).

Na comparação de janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado, houve queda em 11 dos 15 locais pesquisados (Mato Grosso também entra nesse tipo de comparação). As maiores quedas foram registradas no Amazonas (-12,4%), Bahia (-12,1%), Paraná (-12%) e Rio Grande do Sul (-11,3%). Dos quatro locais onde houve alta, o destaque ficou com o Espírito Santo (18,2%).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No acumulado de 12 meses, também houve queda em 11 locais, com destaque para o Paraná (-6,6%) e São Paulo (-6,2%). Houve crescimento em quatro locais, entre eles o Pará, com alta de 8,7%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email