Programa do governo resulta em mais de 5 mil “demissões voluntárias” no Banco do Brasil

De acordo com o banco, 5,5 mil funcionários aderiram aos programas de demissão voluntária

Servidores farão protesto contra plano de demissão no Banco do Brasil
Servidores farão protesto contra plano de demissão no Banco do Brasil (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Banco do Brasil divulgou nesta segunda-feira (08) que 5.533 funcionários da instituição aderiram aos programas de demissão voluntária, anunciados no mês passado, de acordo com a BandNews. 

De acordo com o plano, as estimativas eram a adesão de 5 mil funcionários e o fechamento de 112 agências.

Servidores prometeram para a próxima quarta-feira (10 uma paralisação de 24 horas contra as medidas. Os trabalhadores tomaram a decisão durante assembleia online na última sexta-feira (05) e aprovaram o estado de greve.

Na semana passada os representantes dos bancários realizaram uma reunião com o Ministério Público do Trabalho, pedindo a intervenção da promotoria para obtenção de informações.

O BB informa ainda que os impactos financeiros da redução do número de funcionários serão apresentados nos resultados do quarto trimestre de 2020.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email