Proposta indecente da Vivo faz Oi disparar

Papeis subiam 10% na BM&FBovespa com a expectativa de menor competição no mercado de telefonia celular, já marcado pela má qualidade dos serviços; Vivo pretende comprar a TIM e fatiá-la com seus concorrentes Claro e Oi

Papeis subiam 10% na BM&FBovespa com a expectativa de menor competição no mercado de telefonia celular, já marcado pela má qualidade dos serviços; Vivo pretende comprar a TIM e fatiá-la com seus concorrentes Claro e Oi
Papeis subiam 10% na BM&FBovespa com a expectativa de menor competição no mercado de telefonia celular, já marcado pela má qualidade dos serviços; Vivo pretende comprar a TIM e fatiá-la com seus concorrentes Claro e Oi (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO, 3 Jan (Reuters) - As ações da Oi ampliavam alta nesta sexta-feira para cerca de 10 por cento, em meio a expectativas de menor competição no setor de telecomunicações com um possível desmembramento da TIM Participações.

Às 12h33, a ação preferencial da Oi subia 10,54 por cento, a 3,88 reais, e a ordinária avançava 10 por cento, a 3,85 reais.

No mesmo instante, TIM avançava 6,27 por cento, a 12,88 reais, ajudando a levantar o Ibovespa, que subia 0,57 por cento.

Segundo o jornal italiano Il Sole 24 Ore, a espanhola Telefónica, que em parte é dona da TIM Brasil por meio de seus 15 por cento de participação na Telecom Italia, está buscando criar um veículo de investimento com os seus dois principais rivais no mercado móvel brasileiro para comprar a unidade e separá-la.

Os dois rivais são América Móvil, dona da Claro, e Oi.

Analistas da XP Investimentos avaliaram a notícia como "positiva para o setor, pois reduz-se a competição". Os analistas acrescentaram, contudo, considerar difícil a conclusão da operação, devido à necessidade de aprovação por parte do governo.

Para o analista Fábio Gonçalves, da Banrisul Corretora, "a Oi se beneficia com a diluição da concorrência, e a tendência é que consiga atuar com mais ativos, pois compraria uma parte de uma concorrente forte", disse.

(Por Priscila Jordão)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247