Receita extra de R$ 8 bilhões cobrirá novo reajuste do salário mínimo, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que os recursos para bancar as despesas extras com o aumento do salário mínimo virão de uma receita extra de R$ 8 bilhões que o governo irá anunciar nos próximos dias

Ministro de Estado da Economia, Paulo Guedes.
Ministro de Estado da Economia, Paulo Guedes. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que os recursos para bancar as despesas extras com o aumento do salário mínimo virão de uma receita extra de R$ 8 bilhões que o governo irá anunciar nos próximos dias.

Guedes disse: "nós vamos colocar isso (ajuste no Orçamento). Eu prefiro não falar da natureza do ganho, porque vai ser anunciado possivelmente em mais uma semana. Nós já vamos arrecadar mais R$ 8 bilhões, não é aumento de imposto, não é nada disso. São fontes que estamos procurando, são R$ 8 bilhões que vão aparecer, de forma que esse aumento de R$ 2,3 bilhões vai caber no Orçamento."

A reportagem do jornal O Globo ainda destaca que "em 31 de dezembro, Bolsonaro editou uma medida provisória fixando o salário mínimo em R$ 1.039, um reajuste de 4,1% em relação aos R$ 998 do ano passado. O aumento foi calculado com base na projeção para o INPC, que acabou fechando o ano mais alto, em 4,48%."

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247