Rentabilidade sobre patrimônio de bancos brasileiros é superior à dos americanos

Na amostra, produzida pela consultoria Economatica, foram consideradas as instituições com ativo total acima de US$ 100 bilhões; individualmente, o banco que teve o melhor crescimento de retorno sobre o patrimônio (ROE) entre 2014 e 2013 foi o Bradesco, com 2,78 pontos percentuais de crescimento

Na amostra, produzida pela consultoria Economatica, foram consideradas as instituições com ativo total acima de US$ 100 bilhões; individualmente, o banco que teve o melhor crescimento de retorno sobre o patrimônio (ROE) entre 2014 e 2013 foi o Bradesco, com 2,78 pontos percentuais de crescimento
Na amostra, produzida pela consultoria Economatica, foram consideradas as instituições com ativo total acima de US$ 100 bilhões; individualmente, o banco que teve o melhor crescimento de retorno sobre o patrimônio (ROE) entre 2014 e 2013 foi o Bradesco, com 2,78 pontos percentuais de crescimento (Foto: Gisele Federicce)

247, com Economatica - A rentabilidade sobre o patrimônio dos bancos brasileiros é superior à dos bancos americanos. Na amostra, produzida pela consultoria Economatica, foram consideradas as instituições com ativo total acima de US$ 100 bilhões. Há ainda uma segunda amostra com todos os bancos sem limitação por ativos.

GRANDES BANCOS

O estudo foi elaborado com bancos que têm ativo total acima de US$ 100 bilhões. A mediana do retorno sobre o patrimônio (ROE) no ano de 2014 dos quatro maiores bancos de capital aberto brasileiros (Brasil, Itaú-Unibanco, Bradesco e Santander) é de 18,23%, já quatorze bancos dos USA fecharam 2014 com mediana de 7,68%.

A mediana do ROE dos bancos brasileiros no ano de 2014 é o menor valor já registrado desde o primeiro trimestre de 2002, quando foi de 18,97%.

O melhor momento dos bancos brasileiros foi no segundo trimestre de 2006, quando obtiveram 33,16% na mediana.

 

A análise dos bancos com ativo total acima de US$ 100 bilhões nos Estados Unidos e Brasil tem 18 instituições, sendo 14 dos EUA e quatro do Brasil. Individualmente, o banco que teve o melhor crescimento de ROE entre 2014 e 2013 foi o Bradesco, com 2,78 pontos percentuais de crescimento. No ano de 2013 o Bradesco fechou com ROE de 17,02% contra 19,81% no fechamento de 2014, um crescimento de 2,78 p.p. A segunda posição ficou com o banco Itaú-Unibanco, com crescimento de 2,65% p.p. no mesmo período. Do outro lado da tabela encontramos o Banco do Brasil, que apresentou queda do ROE de 7,35 p.p. entre 2013 e 2014.

Dos 18 bancos analisados, 8 apresentaram queda do ROE entre 2013 e 2014 enquanto 10 apresentaram crescimento.

 

TODOS OS BANCOS

A mesma analise efetuada com todos os bancos brasileiros e norte-americanos de capital aberto (sem limitação por ativos) mostra que o ROE dos bancos brasileiros no ano de 2014 é de 9,8% contra 8,47% dos bancos americanos.

A mediana do ROE dos bancos brasileiros não se registrava tão baixa desde o primeiro trimestre de 2002 quando tivemos 9,21% de ROE. Os bancos americanos vêm se recuperando desde o terceiro trimestre de 2009.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247