Setor automotivo apoia mudança em acordo com México

Presidente da Anfavea, Cledorvino Belini afirmou que os executivos aceitam alteraes, mas que detalhes ainda precisam ser discutidos

Setor automotivo apoia mudança em acordo com México
Setor automotivo apoia mudança em acordo com México (Foto: Divulgação)

O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini, afirmou nesta sexta-feira que o setor aceitaria negociar uma mudança no acordo automotivo com o México. "Viemos manifestar que achamos o acordo muito importante para o nosso País. Confirmamos a necessidade de manter esse acordo", disse, após reunião de executivos do setor automotivo com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa.

Segundo Belini, durante a reunião entre executivos do setor e o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, a possibilidade de uma revisão do acordo com o México foi tocada, mas ele informou que não houve uma conclusão sobre o tema. "Não entramos em detalhes técnicos. Agora vamos aguardar o governo fazer as suas avaliações e depois vamos conversar novamente".

Esses encontros, de acordo com Belini, fazem parte do processo de reavaliação, mas ele enfatizou que os detalhes precisam ser estudados gradativamente. "Hoje existe um desequilíbrio na balança comercial, e é isso que está preocupando o governo", avaliou. Perguntado sobre a possibilidade de incluir também ônibus, caminhões e utilitários no acordo com o México, o presidente da Anfavea disse que já foi vista uma movimentação nesse sentido do lado do México. "Isso poderia ajudar (a balança comercial)", analisou.

Belini voltou a dizer que a Associação avalia como importante a manutenção do acordo, mas que o setor aceita também algumas alterações, que podem vir a ser discutidas. "Quando tem acordos bilaterais, tem de ver que existem importações e exportações. De um lado, temos um superávit com a Argentina e, de outro, um déficit com o México, mas já foi ao contrário. Temos períodos cíclicos", salientou.

Quando informado por jornalistas a respeito de um telefonema realizado esta tarde entre os presidentes do México (Felipe Calderón) e do Brasil (Dilma Rousseff) para tratar do tema, o executivo comemorou. "Isso é ótimo, é um passo importante que a gente vê com bons olhos e entendemos que esse é o caminho."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247