Trabalhadores da Embraer suspendem greve

Os trabalhadores da Embraer, em São José dos Campos, interior paulista, suspenderam temporariamente a greve iniciada ontem. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a paralisação foi suspensa porque na manhã de hoje funcionários do setor administrativo teriam sido intimidados pela Polícia Militar e induzidos a entrar na fábrica

Brazilian aircraft manufacturer Embraer unveils its new regional jet E-175, in Sao Jose dos Campos, north of Sao Paulo March 12, 2014. Brazilian planemaker Embraer SA said on Wednesday its latest E-175 regional jet has achieved a 6.4 percent improvement in fuel efficiency over the original model, more than the 5 percent improvement the company had expected. REUTERS/Paulo Whitaker (BRAZIL - Tags: BUSINESS TRANSPORT)
Brazilian aircraft manufacturer Embraer unveils its new regional jet E-175, in Sao Jose dos Campos, north of Sao Paulo March 12, 2014. Brazilian planemaker Embraer SA said on Wednesday its latest E-175 regional jet has achieved a 6.4 percent improvement in fuel efficiency over the original model, more than the 5 percent improvement the company had expected. REUTERS/Paulo Whitaker (BRAZIL - Tags: BUSINESS TRANSPORT) (Foto: PAULO WHITAKER)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os trabalhadores da Embraer, em São José dos Campos, interior paulista, suspenderam temporariamente a greve iniciada ontem. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a paralisação foi suspensa porque na manhã de hoje funcionários do setor administrativo teriam sido intimidados pela Polícia Militar e induzidos a entrar na fábrica. A informação é do Portal UOL. 

A unidade da Embraer da Avenida Faria Lima produz aviões comerciais e está sendo vendida para a Boeing.

De acordo com o sindicato, na noite de ontem houve uma reunião entre sindicato e empresa, mas a Embraer não apresentou proposta nova, entretanto exigiu o fim da greve.

Os trabalhadores reivindicam 6,37% de reajuste salarial, enquanto a empresa propõe apenas a inflação (3,28%) e retirada de direitos da Convenção Coletiva da categoria. O Sindicato defende a continuidade das negociações, desde que tenham avanços na proposta patronal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email