Você pode ser Eike Batista

Crie uma empresa, ofereça aos investidores e embolse bilhões com o IPO

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Eike Batista tem uma maneira peculiar de lançar seus negócios. Ao invés de criar uma empresa apenas com recursos próprios, ralar até conseguir os resultados e depois buscar sócios na bolsa de valores, o empresário faz o caminho inverso: vende a ideia aos investidores, capta o dinheiro e vai tentar fazer a promessa dar certo. O que há de errado nisso? Nada. Em economias desenvolvidas, como os Estados Unidos, é muito comum companhias de altíssimo risco nascerem da mesma maneira. Mas ainda estamos no maternal do mercado de capitais e o empresário está muitas cartilhas a frente. E você, ao invés de comprar ações da OSG, OGX, PortX, LLX etc deve aprender a parte mais importante da história de dele: criar sem ter dinheiro.

Afinal, você pode ser Eike Batista. Todo mundo tem uma grande ideia que não saiu do papel por falta de recursos financeiros. Ora, seja como ele. Junte a sua genialidade, bata na porta de um banco de investimentos e proponha dividir o futuro brilhante de um negócio com aqueles que têm muito para investir – e até não vão se importar de perder, que seja, um pouquinho nos primeiros anos. Lembrando que não precisa se concentrar em um segmento específico, como o petróleo ou o minério. A bolsa brasileira tem perto de 500 empresas com capital aberto, enquanto que a americana tem mais de oito mil companhias listadas. Precisamos aumentar esse número. Há muito espaço vazio para ser preenchido com bilionários IPOs (ofertas públicas iniciais de ações, em inglês).

E se as coisas derem errado? Não se preocupe. Nem sempre tudo acontece como o planejado – mas pode acontecer como o informado. É o caso, por exemplo, da OGX. Quem investiu deveria saber que a possibilidade de a companhia encontrar petróleo era de, apenas, 27%. Ou, no caminho inverso de Eike, 73% de chances de a empresa naufragar. Estava lá no prospecto, aquele calhamaço de dados obrigatórios. Na primeira quinzena de junho, a OGX completa três anos com seu capital aberto sem ter conseguido sair da fase pré-operacional. E o que é pior: o caixa está secando e precisou de reforços.

Se aquele dinheirão do IPO acabar, como aconteceu com a OGX, volte novamente à fonte. Eike Batista vai emitir US$ 2,5 bilhões em títulos de dívida da sua empresa no exterior, com vencimento em 2018. É bastante tempo e dá para se recuperar. O importante é que os estrangeiros colocarão os euros e as libras para ele administrar nas plataformas de óleo negro. É mais uma lição para você aprender a ser como Eike Batista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email