Otto: o “deus digital” é a nova religião do mundo

Em entrevista, o artista pernambucano Otto referiu-se aos membros do governo Bolsonaro como "demônios que vão mentir para conseguir coisas" e se mostrou otimista com as consequências: "estou esperando eles caírem". "Não dá para mentir mais com esse ‘deus’ que tudo vê”, falou

Otto no estúdio do 247
Otto no estúdio do 247 (Foto: Editora 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Nos últimos anos, a globalização nos deu uma ferramenta transformadora de comunicação global quase instantânea: a Internet. Para o desenvolvimento de uma consciência coletiva, é uma bomba-relógio que pode transformar tudo, e já está fazendo isso. 

Se somarmos a ela o desenvolvimento da realidade virtual, a programação de algoritmos para computadores quânticos, robótica e IoT, entre outros, esse coquetel produz uma civilização futurista cheia de possibilidades incríveis. 

Apesar disso, o desenvolvimento de toda essa tecnologia pode levar ao aniquilamento de nossa consciência, à manipulação de grandes massas, sejam de IA ou de humanos, à criação de híbridos.

 É o alerta que ez o cantor e artista Otto, durante sua participação na live com o economista Eduardo Moreira, do Instituto Conhecimento Liberta.

“A internet é a nova religião, mas não precisamos de profetas. Hoje, sabemos que se acabar a mata, acaba o país; se acabar o país, acaba o mundo. Tá tudo nos satélites, não dá para mentir mais com esse ‘deus’ que tudo vê”, afirma.

Otto diz que há dois lados: o bom e o ruim. “Eu estou do lado que é preservação, comunidade, informação. E há outros - como esse governo aí -, que são os demônios que vão mentir para conseguir coisas.”

A grande diferença, pontua o artista, é que não há mais como se esconder. “As pessoas sabem que se você mente, você vai se ferrar lá na frente. Estou esperando eles caírem, porque se cai com o tempo, cai de maduro, cai de podre”, declara.

Veja a entrevista na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247