Catar: Bolsonaro visita estádio alvo de denúncia de trabalho escravo

Em sua última parada do tour pelo Oriente Médio, Bolsonaro visitou o estádio Lusail, no Catar, que foi alvo de denúncias de trabalho escravo

Gianni Infantino e Jair Bolsonaro
Gianni Infantino e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Bruna Lima e Lucas Marchesini, Metrópoles - Em sua última parada do tour pelo Oriente Médio, Jair Bolsonaro visitou o estádio Lusail, no Catar, que foi alvo de denúncias de trabalho escravo na sua construção. O jornal inglês The Guardian revelou, em 2013, que imigrantes nepaleses trabalharam em condições sub-humanas nas obras do estádio.

Bolsonaro visitou o Lusail, que será sede da final da Copa do Mundo de 2022, acompanhado dos filhos 01 e 03, Flávio e Eduardo, e de Mário Frias. No estádio, os três acompanhantes do presidente fizeram embaixadinhas com o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

As obras do Lusail, contudo, ainda não estão finalizadas. O Catar está construindo, do zero, sete estádios de futebol para receber a Copa no próximo ano, e a maioria conta com mão de obra nepalesa.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra no Metrópoles.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email