Para conter a Covid, China desiste de vender ingressos para Olimpíadas de Inverno

Avanço da ômicron motivou cancelamento. Apenas pessoas convidadas poderão assistir ao evento esportivo

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


Opera Mundi - Preocupada com o crescimento dos novos casos de covid-19, a China decidiu nesta segunda-feira (17/01) cancelar a venda de ingressos para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que começarão em fevereiro.

Com a medida, o país asiático permitirá que somente algumas pessoas convidadas assistam aos eventos esportivos, mas elas precisarão respeitar rigorosas regras de prevenção ao novo coronavírus.

De acordo com o comitê organizador, o cancelamento foi provocado pela situação "grave" e "complexa" da covid-19, além da necessidade de proteger a segurança de funcionários, torcedores e atletas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Para proteger a saúde e a segurança das pessoas relacionadas aos Jogos Olímpicos, foi decidido um ajuste do plano original de vender ingressos ao público", informou o comitê.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A cidade de Pequim registrou no último sábado (15/01) seu primeiro caso de transmissão local da variante ômicron do novo coronavírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A China adotou um rigoroso e eficiente plano de controle do novo coronavírus desde o início da pandemia, implementando quarentenas, testagens em massa e vacinação.

As Olimpíadas de Inverno estão previstas para começar em 4 de fevereiro, mas a presença de torcedores estrangeiros já foi proibida pelos organizadores. Os Jogos vão ocorrer na capital chinesa e na província vizinha de Hebei.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

*Com Ansa

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email