ACM: ‘Temer vai deslanchar após impeachment’

O prefeito de Salvador, ACM Neto, também aposta que o governo provisório do vice-presidente em exercício, Michel Temer, "vai deslanchar" se o golpe contra a presidente Dilma Rousseff se concretizar com possível chancela do Senado; o democrata é mais um a minimizar a pesquisa do instituto Ipsos que apontou rejeição de 70% dos brasileiros a Temer; "Acredito que depois que passar esse período de governo transitório, ele vai ter condições de iniciar uma pauta de projetos para que o país possa deslanchar. Não posso falar por ele. Mas como cidadão, tenho a confiança e a expectativa de que o Senado dando seu veredicto final, ele vai construir uma agenda positiva para o País", disse ACM

O prefeito de Salvador, ACM Neto, também aposta que o governo provisório do vice-presidente em exercício, Michel Temer, "vai deslanchar" se o golpe contra a presidente Dilma Rousseff se concretizar com possível chancela do Senado; o democrata é mais um a minimizar a pesquisa do instituto Ipsos que apontou rejeição de 70% dos brasileiros a Temer; "Acredito que depois que passar esse período de governo transitório, ele vai ter condições de iniciar uma pauta de projetos para que o país possa deslanchar. Não posso falar por ele. Mas como cidadão, tenho a confiança e a expectativa de que o Senado dando seu veredicto final, ele vai construir uma agenda positiva para o País", disse ACM
O prefeito de Salvador, ACM Neto, também aposta que o governo provisório do vice-presidente em exercício, Michel Temer, "vai deslanchar" se o golpe contra a presidente Dilma Rousseff se concretizar com possível chancela do Senado; o democrata é mais um a minimizar a pesquisa do instituto Ipsos que apontou rejeição de 70% dos brasileiros a Temer; "Acredito que depois que passar esse período de governo transitório, ele vai ter condições de iniciar uma pauta de projetos para que o país possa deslanchar. Não posso falar por ele. Mas como cidadão, tenho a confiança e a expectativa de que o Senado dando seu veredicto final, ele vai construir uma agenda positiva para o País", disse ACM (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), também aposta que o governo provisório do vice-presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), "vai deslanchar" se o golpe contra a presidente Dilma Rousseff se concretizar com possível chancela do Senado. O democrata é mais um a minimizar a pesquisa do instituto Ipsos que apontou rejeição de 70% dos brasileiros a Temer.

"Acredito que depois que passar esse período de governo transitório, ele vai ter condições de iniciar uma pauta de projetos para que o país possa deslanchar. Não posso falar por ele. Mas como cidadão, tenho a confiança e a expectativa de que o Senado dando seu veredicto final, ele vai construir uma agenda positiva para o País", disse ACM em entrevista coletiva no Palácio Thomé de Souza (sede da prefeitura).

No levantamento há respostas que mostram quão difícil é a missão de Temer para se tornar popular. O tema em que a atuação do interino é mais criticada é justamente aquele que o peemedebista se propôs a reformar: a Previdência Social. A taxa dos que reprovam o que ele fez até agora nesse assunto é praticamente o dobro dos que aprovam: 44% a 23%. O terço restante não soube responder.

A desaprovação de Temer é igualmente alta – no patamar dos 40% – no que diz respeito ao "Minha Casa, Minha Vida" (43%), ao combate ao desemprego (44%), ao Bolsa Família (43%), ao déficit público (41%), à crise política (42%), à inflação (40%) e à corrupção (40%).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247