Aécio evita propina ao PSDB: "Soube disso ontem"

Em Salvador, onde faz campanha nesta sexta, o candidato à presidência da República Aécio Neves evitou falar sobre declaração da presidente Dilma Rousseff no debate do SBT de que o ex-presidente do PSDB, o falecido deputado federal Sérgio Guerra, teria recebido propina de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras; "Não conhecia esse depoimento, soube dele ontem durante o debate"; o tucano afirmou ainda que a menção de Dilma ao fato "serve para demonstrar que ela está dando crédito às investigações da CPMI" da Petrobras

www.brasil247.com - Em Salvador, onde faz campanha nesta sexta, o candidato à presidência da República Aécio Neves evitou falar sobre declaração da presidente Dilma Rousseff no debate do SBT de que o ex-presidente do PSDB, o falecido deputado federal Sérgio Guerra, teria recebido propina de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras; "Não conhecia esse depoimento, soube dele ontem durante o debate"; o tucano afirmou ainda que a menção de Dilma ao fato "serve para demonstrar que ela está dando crédito às investigações da CPMI" da Petrobras
Em Salvador, onde faz campanha nesta sexta, o candidato à presidência da República Aécio Neves evitou falar sobre declaração da presidente Dilma Rousseff no debate do SBT de que o ex-presidente do PSDB, o falecido deputado federal Sérgio Guerra, teria recebido propina de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras; "Não conhecia esse depoimento, soube dele ontem durante o debate"; o tucano afirmou ainda que a menção de Dilma ao fato "serve para demonstrar que ela está dando crédito às investigações da CPMI" da Petrobras (Foto: Romulo Faro)


Bahia 247 - Ao desembarcar em Salvador há pouco, onde faz campanha, o candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves, conversou de forma breve com a imprensa e evitou falar sobre declaração da presidente Dilma Rousseff no debate do SBT ontem (16) de que o ex-presidente do PSDB, o falecido deputado federal Sérgio Guerra, teria recebido propina de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras.

"Não conhecia esse depoimento, soube dele ontem durante o debate", disse Aécio. O tucano afirmou ainda que a menção de Dilma ao fato "serve para demonstrar que ela está dando crédito às investigações da CPMI" da Petrobras.

Aécio disse ainda que ficou "triste" após o debate do SBT porque sua Dilma teria "insistido em focar no passado e em ofensas pessoais a ele mesmo, como já havia feito com Eduardo Campos e Marina Silva".

O presidenciável tucano disse que sua vinda a Salvador servirá para reiterar o projeto 'Nordeste Forte', que pretende "finalizar todas as obras em andamento na região, melhorar a qualidade da educação e diminuir o número de homicídios em oito anos", o que reafirma sua intenção de extinguir a reeleição apenas em 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O candidato do PSDB fará caminhada no Centro de Salvador e está acompanhado de oposicionistas como o prefeito de Salvador, ACM Neto; o candidato derrotado a senador Geddel Vieira Lima (PMDB), o líder do PSDB na Câmara, deputado Antônio Imbassahy e da candidata também derrotada ao Senado Eliana Calmon, a juíza-política do PSB.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email