Aécio: "Nordeste também quer mudanças, algo novo"

"As últimas eleições mostraram que as coisas começam a mudar. As oposições, o PSDB e o DEM somados, venceram em grande número de capitais do NE, muito mais do que venceu o PT. Salvador é o melhor exemplo disso. Podemos dizer Aracaju, Maceió, Teresina, indo para o Norte, Belém, Manaus. Foram vitorias das oposições, PSDB ou do Democratas. O que mostra que nessas regiões também há um sentimento de que o Brasil precisa de algo novo", afirmou presidenciável do PSDB em coletiva em Salvador nesta sexta-feira

"As últimas eleições mostraram que as coisas começam a mudar. As oposições, o PSDB e o DEM somados, venceram em grande número de capitais do NE, muito mais do que venceu o PT. Salvador é o melhor exemplo disso. Podemos dizer Aracaju, Maceió, Teresina, indo para o Norte, Belém, Manaus. Foram vitorias das oposições, PSDB ou do Democratas. O que mostra que nessas regiões também há um sentimento de que o Brasil precisa de algo novo", afirmou presidenciável do PSDB em coletiva em Salvador nesta sexta-feira
"As últimas eleições mostraram que as coisas começam a mudar. As oposições, o PSDB e o DEM somados, venceram em grande número de capitais do NE, muito mais do que venceu o PT. Salvador é o melhor exemplo disso. Podemos dizer Aracaju, Maceió, Teresina, indo para o Norte, Belém, Manaus. Foram vitorias das oposições, PSDB ou do Democratas. O que mostra que nessas regiões também há um sentimento de que o Brasil precisa de algo novo", afirmou presidenciável do PSDB em coletiva em Salvador nesta sexta-feira (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O senador Aécio Neves, presidenciável do PSDB, reafirmou, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (28), em Salvador, que "há um sentimento de mudança" no país, o que o deixa confiante em relação ao processo eleitoral deste ano.

"Há um sentimento no ar aí de final de ciclo. O PT e a presidente Dilma falharam na condução da economia, ao nos deixar como perversa e maldita herança uma inflação alta, mesmo com preços controlados de combustíveis, de energia e de transporte público e um crescimento extremamente baixo".

Segundo o tucano, até o Nordeste, região onde o PT detém os melhores índices, começou a mostra o desejo de mudança com as eleições municipais.

"As últimas eleições mostraram que as coisas começam a mudar. As oposições, o PSDB e o DEM somados, venceram em grande número de capitais do NE, muito mais do que venceu o PT. Salvador é o melhor exemplo disso. Podemos dizer Aracaju, Maceió, Teresina, indo para o Norte, Belém, Manaus. Foram vitorias das oposições, PSDB ou do Democratas. O que mostra que nessas regiões também há um sentimento de que o Brasil precisa de algo novo".

Abaixo principais trechos da entrevista

Quais as falhas das outras eleições. O que não deu certo?

São momentos diferentes. Cada um lutou com as forças que tinha. O que há hoje, talvez claramente diferente das outras eleições, é o sentimento de mudança. Há um sentimento no ar aí de final de ciclo. O PT e a presidente Dilma falharam na condução da economia, ao nos deixar como perversa e maldita herança uma inflação alta, mesmo com preços controlados de combustíveis, de energia e de transporte público e um crescimento extremamente baixo. Vamos crescer apenas mais que a Venezuela mais uma vez. Ano passado, crescemos só mais que a Venezuela na América do Sul. Ano anterior, apenas mais que o Paraguai.

Falharam na condução da economia. Falharam na gestão do Estado. O Brasil é hoje um cemitério de obras inacabadas e superfaturadas por toda parte, e falhou no avanço dos indicadores sociais. Na educação, em qualquer avaliação internacional que se faça, estamos no final da fila. Quando você fala em saúde é uma tragédia hoje para o cidadão brasileiro que o governo federal gasta cerca de 10% a menos no conjunto dos investimentos em saúde do que gastava quando assumiu em 2002. E na segurança pública, esse sim, há uma omissão criminosa do governo central. O Brasil não tem uma política nacional de segurança pública. Os recursos aprovados no Orçamento são contingenciados como se segurança fosse uma questão de menor relevância para a sociedade brasileira.

É isso o que temos que corrigir. Temos que ser mais solidários, mais generosos com a Federação. Os municípios estão em situação de insolvência hoje no Brasil e precisam ser recuperados.

No Nordeste sempre se torna muito forte o PT.

As últimas eleições mostraram que as coisas começam a mudar. As oposições, o PSDB e o DEM somados, venceram em grande número de capitais do NE, muito mais do que venceu o PT. Salvador é o melhor exemplo disso. Podemos dizer Aracaju, Maceió, Teresina, indo para o Norte, Belém, Manaus. Foram vitorias das oposições, PSDB ou do Democratas. O que mostra que nessas regiões também há um sentimento de que o Brasil precisa de algo novo. O Brasil não pode se contentar com a mediocridade, como o governo do PT parece querer fazer. Estou muito otimista. Acho que no momento em que nossas propostas forem conhecidas, os nossos nomes forem conhecidos vamos vencer as eleições porque o governo do PT fará uma campanha na defensiva. Eles têm muitas explicações dar ao povo brasileiro.

Sobre pesquisas eleitorais.

O que é relevante em pesquisas eleitorais neste momento, com esta antecedência, com um grau tão distinto de conhecimento entre os candidatos, a presidência da República tem 100% de conhecimento, os outros colocados na oposição, aqui mesmo no Nordeste, na Bahia, para citar um exemplo, são nomes muito pouco conhecidos. Mas existe um dado que é extremamente relevante. Cerca de dois terços da população brasileira querem mudanças. Não concordam com isso que está aí. Querem governo que sejam eficientes e éticos ao mesmo tempo. E esta é a proposta que o PSDB, ao lado de nossos aliados, espero em especial o Democratas, apresentar ao Brasil. Uma proposta onde o governo possa ser eficiente, apresente resultados, permita que o Brasil saia desta armadilha que nos colocou, de inflação alta e crescimento baixo, com a perda crescente da credibilidade do Brasil, para um outro momento, onde voltemos a crescer de forma sustentável, gerando empregos cada vez de melhor qualidade, avançando na qualidade da saúde, da segurança pública e da educação. Essa é a nossa responsabilidade, nós da oposição.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email