Aécio perde ação contra Veja

Acuado pela decisão do Supremo Tribunal Federal, que decretou seu afastamento do Senado e o proíbe de sair de casa à noite, o senador Aécio Neves (PSDB/MG) sofreu novo revés, desta vez na Justiça de São Paulo, que negou a ele direito de resposta na revista Veja

veja aécio
veja aécio (Foto: Giuliana Miranda)

Minas 247 - O inferno político de Aécio Neves continua a todo vapor. 

Depois de o Supremo Tribunal Federal decretar seu afastamento do Senado e o proíbir de sair de casa à noite, o senador Aécio Neves (PSDB/MG) sofreu novo revés, desta vez na Justiça de São Paulo, que negou a ele direito de resposta na revista Veja.

O senador pedia no processo que a revista publicasse, na capa, direito de resposta em relação a reportagem que tratava de suspeita de recebimento de propina da Odebrecht em conta de sua irmã, Andrea Neves.

A juíza afirmou que Aécio não conseguiu provar que as acusações publicadas na revista são mentirosas. E que, por ter publicado a versão de Aécio na própria reportagem, a revista não tem o dever de divulgar uma resposta do senador.

A reportagem questionada por Aécio foi publicada na edição de 5 de abril. A capa trouxe uma foto do senador e o título ‘A vez de Aécio’. Segundo a publicação, o ex-executivo da Odebrecht Benedicto José Barbosa, o ‘BJ’, afirmou que a empreiteira depositou propina para o tucano numa conta em Nova York, supostamente operada por sua irmão, Andrea Neves.

As informações são de reportagem de Luiz Vassalo e Julia Affonso no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247