Aécio: projetos mostram "autoritarismo do PT"

"A violência da primeira iniciativa [projeto que inibe novos partidos], impedida por uma ação firme do ministro Gilmar Mendes, e a excrescência da segunda [PEC que limita poderes do STF], contra a qual o PSDB já agiu junto ao STF, mostram a face oculta de um governo que se elegeu pregando os valores da democracia, mas governa com as armas do autoritarismo", critica o pré-candidato do PSDB à Presidência, que se refere ao PT em nota como "o partido da presidente da República"

Aécio: projetos mostram "autoritarismo do PT"
Aécio: projetos mostram "autoritarismo do PT"

Minas 247 - Pré-candidato do PSDB à Presidência, o senador Aécio Neves (MG) criticou em nota dois polêmicos projetos apoiados pela base do governo no Congresso. "No intervalo de uma semana, o partido da presidente da República, o PT, comete duas violências. Não contra as oposições ou o Judiciário, mas contra a democracia", diz o tucano no texto.

Ele fala sobre o projeto que inibe a criação de novos partidos, já aprovado pela Câmara, mas que teve a sua tramitação no Senado suspensa por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes. Para Aécio, o projeto tem "o objetivo claro de inviabilizar a candidatura da ex-ministra Marina Silva".

A outra crítica é sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que submete algumas decisões do Supremo ao Congresso Nacional, aprovada ontem pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. "A violência da primeira iniciativa, impedida por uma ação firme do ministro Gilmar Mendes, e a excrescência da segunda, contra a qual o PSDB já agiu junto ao STF, mostram a face oculta de um governo que se elegeu pregando os valores da democracia, mas governa com as armas do autoritarismo", critica o pré-candidato.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247