Aécio tenta reaproximação com Campos por SP

Se antes o presidenciável do PSDB não queria dividir o palanque paulista com Eduardo Campos, agora disse ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) que não seria obstáculo a uma aliança de sua candidatura com o partido; socialistas, que sempre quiseram a vice de Alckmin, consideram indicar o deputado Márcio França ao Senado na chapa do tucano

Se antes o presidenciável do PSDB não queria dividir o palanque paulista com Eduardo Campos, agora disse ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) que não seria obstáculo a uma aliança de sua candidatura com o partido; socialistas, que sempre quiseram a vice de Alckmin, consideram indicar o deputado Márcio França ao Senado na chapa do tucano
Se antes o presidenciável do PSDB não queria dividir o palanque paulista com Eduardo Campos, agora disse ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) que não seria obstáculo a uma aliança de sua candidatura com o partido; socialistas, que sempre quiseram a vice de Alckmin, consideram indicar o deputado Márcio França ao Senado na chapa do tucano (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 – Num gesto de reaproximação com o pré-candidato do PSB a presidente, Eduardo Campos, o tucano Aécio Neves deu abertura ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), para fechar uma aliança com os socialistas no estado.

Segundo a coluna Painel, da Folha, Aécio disse a Alckmin que não seria obstáculo para que o PSB fizesse parte da chapa do pré-candidato à reeleição. Desta forma, pavimenta um acordo com o socialista caso um deles vá para o segundo turno com a presidente Dilma Rousseff.

O PSB, que sempre quis a vice de Alckmin, cogita agora lançar o deputado Márcio França, presidente do diretório paulista do partido, a senador na chapa do tucano.

"Nas últimas conversas, emissários do PSB pediram aos tucanos para empurrar a decisão sobre uma possível aliança em São Paulo para o final desta semana", diz nota do Painel.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247