AL pede bloqueio de R$ 9 milhões do Estado

Assembleia Legislativa ingressou com ação na Justiça pedindo o bloqueio de R$ 9 milhões das contas do governo do Estado, referente ao pagamento do duodécimo da Casa de Leis; o governo não repassou a integralidade do duodécimo referente a março, que deveria ser pago até o dia 20 do mês. A ação com pedido cautelar contra o Palácio Araguaia três dias depois de vencido o prazo, dia 23; liminar concedida ao Parlamento no dia 28 do mês passado determinava ao Executivo a realizar o pagamento de R$ 20,4 milhões referente ao duodécimo de forma imediata; apesar da decisão, o Palácio Araguaia repassou cerca de R$ 11 milhões no dia 30 de março

Assembleia Legislativa ingressou com ação na Justiça pedindo o bloqueio de R$ 9 milhões das contas do governo do Estado, referente ao pagamento do duodécimo da Casa de Leis; o governo não repassou a integralidade do duodécimo referente a março, que deveria ser pago até o dia 20 do mês. A ação com pedido cautelar contra o Palácio Araguaia três dias depois de vencido o prazo, dia 23; liminar concedida ao Parlamento no dia 28 do mês passado determinava ao Executivo a realizar o pagamento de R$ 20,4 milhões referente ao duodécimo de forma imediata; apesar da decisão, o Palácio Araguaia repassou cerca de R$ 11 milhões no dia 30 de março
Assembleia Legislativa ingressou com ação na Justiça pedindo o bloqueio de R$ 9 milhões das contas do governo do Estado, referente ao pagamento do duodécimo da Casa de Leis; o governo não repassou a integralidade do duodécimo referente a março, que deveria ser pago até o dia 20 do mês. A ação com pedido cautelar contra o Palácio Araguaia três dias depois de vencido o prazo, dia 23; liminar concedida ao Parlamento no dia 28 do mês passado determinava ao Executivo a realizar o pagamento de R$ 20,4 milhões referente ao duodécimo de forma imediata; apesar da decisão, o Palácio Araguaia repassou cerca de R$ 11 milhões no dia 30 de março (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - A Assembleia Legislativa ingressou com ação na Justiça pedindo o bloqueio de R$ 9 milhões das contas do governo do Estado, referente ao pagamento do duodécimo da Casa de Leis. 

Segundo o portal CT, o governo não repassou a integralidade do duodécimo referente a março, que deveria ser pago até o dia 20 do mês. A ação com pedido cautelar contra o Palácio Araguaia três dias depois de vencido o prazo, dia 23. A liminar favorável aos deputados foi acatada, mas o Executivo transferiu apenas parte do que era previsto.

Segundo o procurador-geral da Assembleia, Divino José Ribeiro, o processo contra o governo está sob a relatoria do juiz Zacarias Leonardo, em substituição ao desembargador Luiz Gadotti.

A liminar concedida ao Parlamento no dia 28 do mês passado determinava ao Executivo a realizar o pagamento de R$ 20.420.229,00 referente ao duodécimo de forma imediata. Apesar da decisão, o Palácio Araguaia repassou cerca de R$ 11 milhões no dia 30 de março.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247