Alckmin diz que governo de SP descobriu máfia da merenda

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (30) que foi a Polícia Civil do Estado quem descobriu as fraudes cometidas em contratos da merenda do governo de São Paulo e em 22 prefeituras; "Quem fez a investigação foi o governo do Estado, foi a Polícia Civil. Existe uma lei federal que diz que, do dinheiro que o governo federal passa para a merenda, 30% tem de comprar de agricultura familiar. O governo, em cinco anos, fez três chamadas para a agricultura familiar. Ganhou o menor preço e o produto foi entregue. O que se verificou é que dentro da tal da cooperativa Coaf eles faziam estelionato, porque o produto que eles entregavam não era da agricultura familiar", disse; o tucano ainda afirmou que o governo estadual é vítima do trensalão

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (30) que foi a Polícia Civil do Estado quem descobriu as fraudes cometidas em contratos da merenda do governo de São Paulo e em 22 prefeituras; "Quem fez a investigação foi o governo do Estado, foi a Polícia Civil. Existe uma lei federal que diz que, do dinheiro que o governo federal passa para a merenda, 30% tem de comprar de agricultura familiar. O governo, em cinco anos, fez três chamadas para a agricultura familiar. Ganhou o menor preço e o produto foi entregue. O que se verificou é que dentro da tal da cooperativa Coaf eles faziam estelionato, porque o produto que eles entregavam não era da agricultura familiar", disse; o tucano ainda afirmou que o governo estadual é vítima do trensalão
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (30) que foi a Polícia Civil do Estado quem descobriu as fraudes cometidas em contratos da merenda do governo de São Paulo e em 22 prefeituras; "Quem fez a investigação foi o governo do Estado, foi a Polícia Civil. Existe uma lei federal que diz que, do dinheiro que o governo federal passa para a merenda, 30% tem de comprar de agricultura familiar. O governo, em cinco anos, fez três chamadas para a agricultura familiar. Ganhou o menor preço e o produto foi entregue. O que se verificou é que dentro da tal da cooperativa Coaf eles faziam estelionato, porque o produto que eles entregavam não era da agricultura familiar", disse; o tucano ainda afirmou que o governo estadual é vítima do trensalão (Foto: Valter Lima)

247 - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (30) que foi a Polícia Civil do Estado quem descobriu as fraudes cometidas em contratos da merenda do governo de São Paulo e em 22 prefeituras.

"Quem fez a investigação foi o governo do Estado, foi a Polícia Civil. Existe uma lei federal que diz que, do dinheiro que o governo federal passa para a merenda, 30% tem de comprar de agricultura familiar. O governo, em cinco anos, fez três chamadas para a agricultura familiar. Ganhou o menor preço e o produto foi entregue. O que se verificou é que dentro da tal da cooperativa Coaf eles faziam estelionato, porque o produto que eles entregavam não era da agricultura familiar", disse.

O tucano ainda disse que o governo estadual é vítima do trensalão. "Se empresas se uniram para diminuir disputa, o Estado é vítima. Se alguém do governo participou disso, [deve ter] punição exemplar. Até agora não tem ninguém, é tudo de empresa privada", afirmou.

Para ele, o governo deve ser indenizado e, para evitar a formação de cartel, é necessário que mais empresas participem das licitações.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247