Alckmin responde a Doria com frase que usou ao romper com Kassab

Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta quinta-feira, 5, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sacou a mesma frase que usou quando rompeu com Gilberto Kassab (PSD) para responder a uma pergunta sobre o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB); Alckmin foi questionado se não se incomodava pessoalmente com declarações de Doria. "Uma vez meu pai me falou: 'Lembre-se de santo Antônio do Pádua. Quando não puder falar bem, não diga nada'", respondeu o governador, que em seguida, sorriu e tomou um gole de água

O Governador Geraldo Alckmin junto ao Prefeito João DóriaDiogo Moreira
O Governador Geraldo Alckmin junto ao Prefeito João DóriaDiogo Moreira (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta quinta-feira, 5, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sacou a mesma frase que usou quando rompeu com Gilberto Kassab (PSD) para responder a uma pergunta sobre o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

Alckmin foi questionado se não se incomodava pessoalmente com declarações de Doria. "Uma vez meu pai me falou: 'Lembre-se de santo Antônio do Pádua. Quando não puder falar bem, não diga nada'", respondeu o governador, que em seguida, sorriu e tomou um gole de água.

Em 2011, quando questionado sobre a criação do PSD por Kassab, então prefeito da capital, Alckmin disse: "Sobre o PSD, o meu pai sempre me recomendava: 'Filho, lembre-se de santo Antônio de Pádua. Quando não puder falar bem, não diga nada'". À época, a relação de ambos, que já não era boa, azedou de vez, uma vez que o PSD era um projeto solo de Kassab, com o qual ele se afastava de Alckmin.

As informações são da Folha de S. Paulo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247