Alese faz na 2ª audiência pública sobre reforma administrativa

Na próxima segunda-feira, à tarde, no plenário da Assembleia Legislativa, será realizado um debate com a participação do secretário de Estado da Fazenda, Jefferson Passos, e um representante do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) sobre os projetos de reforma administrativa do governo do Estado; os deputados estaduais aprovaram por unanimidade o requerimento nº 1.528, de autoria de Gilmar Carvalho (SDD), que propôs a realização dessa audiência, para tratar da situação econômica do Estado; segundo o autor, o objetivo desse debate é, além de esclarecer os deputados sobre o teor dos projetos com a explanação deles, "encontrar uma solução para acabar com a crise que o Estado está passando"

Na próxima segunda-feira, à tarde, no plenário da Assembleia Legislativa, será realizado um debate com a participação do secretário de Estado da Fazenda, Jefferson Passos, e um representante do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) sobre os projetos de reforma administrativa do governo do Estado; os deputados estaduais aprovaram por unanimidade o requerimento nº 1.528, de autoria de Gilmar Carvalho (SDD), que propôs a realização dessa audiência, para tratar da situação econômica do Estado; segundo o autor, o objetivo desse debate é, além de esclarecer os deputados sobre o teor dos projetos com a explanação deles, "encontrar uma solução para acabar com a crise que o Estado está passando"
Na próxima segunda-feira, à tarde, no plenário da Assembleia Legislativa, será realizado um debate com a participação do secretário de Estado da Fazenda, Jefferson Passos, e um representante do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) sobre os projetos de reforma administrativa do governo do Estado; os deputados estaduais aprovaram por unanimidade o requerimento nº 1.528, de autoria de Gilmar Carvalho (SDD), que propôs a realização dessa audiência, para tratar da situação econômica do Estado; segundo o autor, o objetivo desse debate é, além de esclarecer os deputados sobre o teor dos projetos com a explanação deles, "encontrar uma solução para acabar com a crise que o Estado está passando" (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Alese - Na próxima segunda-feira, à tarde, no plenário da Assembleia Legislativa, será realizado um debate com a participação do secretário de Estado da Fazenda, Jefferson Passos, e um representante do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) sobre os projetos de reforma administrativa do governo do Estado. Os deputados estaduais aprovaram por unanimidade o requerimento nº 1.528, de autoria de Gilmar Carvalho (SDD), que propôs a realização dessa audiência, para tratar da situação econômica do Estado.

Segundo o autor, o objetivo desse debate é, além de esclarecer os deputados sobre o teor dos projetos com a explanação deles, encontrar uma solução para acabar com a crise que o Estado está passando. Vários deputados se manifestaram sobre a proposta e avaliaram que era uma boa oportunidade de se inteirarem e tirarem dúvidas quanto aos projetos. Durante a audiência, o secretário da Fazenda também fará a explanação do balanço da situação financeira do Estado no último quadrimestre.

O líder da bancada de oposição, deputado Venâncio Fonseca (PP), avaliou como de suma importância a realização desse debate, porque é a oportunidade de mostrar a real situação do Estado. Ele observou que até poucos dias atrás o que o governo dizia era que as finanças estavam sob controle. “O governo dizia que oposição era quanto pior melhor e como é que se descontrola em 30, 40 dias”, indagou.

Para ele, tudo isso precisa ser explicado e que muita coisa que vem com a reforma já era o que a oposição dizia. O deputado lamentou que sempre quem paga são os servidores. Venâncio acrescentou que a oposição não tem intenção nenhuma de querer prejudicar a reforma do governo. “Mas queremos discutir e ter tempo para discutir”, disse, acrescentando que a reforma mexe em direitos dos servidores e depois de votada a responsabilidade será dos deputados que votaram e aprovaram.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247