Amastha: “Relação política com a senadora não muda”

Um dia depois da foto que simbolizou a união de esforços dos dois adversários políticos pela confirmação de Palmas como sede dos Jogos Mundiais Indígenas, o prefeito Carlos Amastha (PP) reconheceu que o prestígio da senadora Kátia Abreu (PMDB) no governo federal foi importante para a conquista da Capital, mas deixou claro que a aproximação não tem relação com uma eventual aliança entre o PP e o PMDB nas eleições de outubro; “Absolutamente nada muda. Construímos uma relação de gestão em prol do nosso estado. Lembro que sou o coordenador da Terceira Via, a gente não tem feito nenhuma conversa fora do nosso grupo, o grupo vai ter seu candidato próprio e não é o momento que a gente esteja discutindo nenhum tipo de aliança”, afirmou Amastha

Um dia depois da foto que simbolizou a união de esforços dos dois adversários políticos pela confirmação de Palmas como sede dos Jogos Mundiais Indígenas, o prefeito Carlos Amastha (PP) reconheceu que o prestígio da senadora Kátia Abreu (PMDB) no governo federal foi importante para a conquista da Capital, mas deixou claro que a aproximação não tem relação com uma eventual aliança entre o PP e o PMDB nas eleições de outubro; “Absolutamente nada muda. Construímos uma relação de gestão em prol do nosso estado. Lembro que sou o coordenador da Terceira Via, a gente não tem feito nenhuma conversa fora do nosso grupo, o grupo vai ter seu candidato próprio e não é o momento que a gente esteja discutindo nenhum tipo de aliança”, afirmou Amastha
Um dia depois da foto que simbolizou a união de esforços dos dois adversários políticos pela confirmação de Palmas como sede dos Jogos Mundiais Indígenas, o prefeito Carlos Amastha (PP) reconheceu que o prestígio da senadora Kátia Abreu (PMDB) no governo federal foi importante para a conquista da Capital, mas deixou claro que a aproximação não tem relação com uma eventual aliança entre o PP e o PMDB nas eleições de outubro; “Absolutamente nada muda. Construímos uma relação de gestão em prol do nosso estado. Lembro que sou o coordenador da Terceira Via, a gente não tem feito nenhuma conversa fora do nosso grupo, o grupo vai ter seu candidato próprio e não é o momento que a gente esteja discutindo nenhum tipo de aliança”, afirmou Amastha (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 – O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP), afirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira, 15, que sua relação de adversário político da senadora Kátia Abreu (PMDB) não muda “absolutamente nada”, apesar do entrosamento dos dois que resultou na confirmação de Palmas como sede dos Jogos Mundiais Indígenas, que acontecerão em junho de 2015.

O prefeito de Palmas reconheceu que o prestígio da senadora no governo federal foi importante para a aprovação da candidatura de Palmas como sede dos jogos indígenas, mas deixou claro que a aproximação não tem relação com uma eventual aliança entre o PP e o PMDB.

“Absolutamente nada muda. Construímos uma relação de gestão em prol do nosso estado. Lembro que sou o coordenador da Terceira Via, a gente não tem feito nenhuma conversa fora do nosso grupo, o grupo vai ter seu candidato próprio e não é o momento que a gente esteja discutindo nenhum tipo de aliança”, afirmou Amastha.

O prefeito disse que a atitude de dois adversário políticos se unirem em prol de um projeto em comum reflete um sentimento da população. “Acho que ontem essa foto simbólica com a senadora Kátia Abreu demonstra o momento republicano com que o povo tocantinense estava exigindo faz muito tempo, parar de misturar política com gestão. Nós temos grandes divergências políticas, mas ambos entendemos que a realização desses jogos era fundamental para Palmas e para o Tocantins”, afirmou.

Leia também: Amastha e Kátia se unem pelos Jogos Indígenas

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247