Ameaçados rodoviários abandonam terminal

Apavorados com as ameaças recebidas de traficantes da região do Vergel do Lago, em Maceió, os rodoviários que trabalham na região deixaram o terminal de ônibus do bairro, na manhã desta quinta-feira (6), levando os veículos até as proximidades da Base Comunitária, para que pudessem circular. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado

Apavorados com as ameaças recebidas de traficantes da região do Vergel do Lago, em Maceió, os rodoviários que trabalham na região deixaram o terminal de ônibus do bairro, na manhã desta quinta-feira (6), levando os veículos até as proximidades da Base Comunitária, para que pudessem circular. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado
Apavorados com as ameaças recebidas de traficantes da região do Vergel do Lago, em Maceió, os rodoviários que trabalham na região deixaram o terminal de ônibus do bairro, na manhã desta quinta-feira (6), levando os veículos até as proximidades da Base Comunitária, para que pudessem circular. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - De acordo com informações repassadas por rodoviários que não quiseram se identificar, quatro cartas anônimas foram recebidas por cobradores e motoristas informando que se os ônibus não deixassem a área do terminal nesta manhã, todos eles seriam depredados. As ameaças teriam acontecido após a morte de um membro do tráfico no bairro.

Depois da chegada de três viaturas do Bope, os rodoviários deixaram a Praça dos Pobres, onde fica a sede da Base Comunitária, e retornaram ao terminal, onde voltaram a circular.

Segundo o motorista de ônibus identificado apenas como Everaldo, a insegurança e os assaltos são constantes na região do Vergel. "Estou muito assustado. Todos os dias, eu saio de casa sem saber se vou voltar. Tem quinze dias que eu fui assaltado, tive um revólver apontado para a minha cabeça, me bateram com a arma e depois disso você tem que seguir sua vida. Estamos entregues às mãos dos bandidos. Queremos mais segurança", falou.

Para o sargento Steeve, do Bope, a presença da guarnição deixa mais tranquilos a população e os rodoviários. Eles vão permanecer no local por tempo indeterminado. Até o momento, nenhum suspeito das ameaças foi preso no bairro.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email