Ana Amélia marca audiência sobre os caminhoneiros

Eleita presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), senadora Ana Amélia (PP-RS) aprovou requerimento sobre o movimento dos caminhoneiros; audiência pública está marcada para 12 de março, às 8h, e deverá ter a presença do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto; do presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins da Silva Júnior; do presidente da Organização das Cooperativas do Brasil, Márcio Lopes, e de representantes do movimento dos caminhoneiros

Plenário do Senado durante sessão deliberativa extraordinária.

Em discurso, senadora Ana Amélia (PP-RS).

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Plenário do Senado durante sessão deliberativa extraordinária. Em discurso, senadora Ana Amélia (PP-RS). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado (Foto: Roberta Namour)

Marilia Coêlho, da Agência Senado - A senadora Ana Amélia (PP-RS) e o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foram eleitos, nesta quarta-feira (4), respectivamente como presidente e vice-presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) para o biênio 2015-2016. Em seguida, a senadora realizou a primeira sessão deliberativa e aprovou três requerimentos para realização de audiências públicas, entre as quais uma sobre o movimento dos caminhoneiros.

A eleição da presidência da CRA foi feita por aclamação de todos os senadores presentes, e Ana Amélia foi indicada pelo ex-presidente da comissão, senador Benedito de Lira (PP-AL). Todos os senadores presentes parabenizaram a indicação de Ana Amélia e aproveitaram para ressaltar a importância do movimento dos caminhoneiros como um dos problemas que a CRA deve debater.

Os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS) e Blairo Maggi (PR-MT), por exemplo, propuseram o requerimento para um debate sobre as demandas dos caminhoneiros, que têm realizado várias paralisações pelo país há semanas. Para Moka, o assunto é muito complexo porque envolve várias questões, como o frete, que diminuiu devido ao aumento do número de caminhões, e o aumento do valor do óleo diesel e do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), entre outros.

Blairo Maggi trouxe também a questão dos pedágios nas estradas, que podem aumentar e prejudicar ainda mais os caminhoneiros. Segundo ele, os concessionários das rodovias estão reclamando devido à lei sancionada pela presidente Dilma que autorizou a tolerância de 10% sobre os limites de peso bruto transmitido por eixo de veículos à superfície das vias públicas, o que pode reduzir as multas sobre os caminhoneiros.

A audiência pública está marcada para 12 de março, às 8h, e deverá ter a presença do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto; do presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins da Silva Júnior; do presidente da Organização das Cooperativas do Brasil, Márcio Lopes, e de representantes do movimento dos caminhoneiros.

Ciclo de Palestras

A CRA aprovou ainda requerimento da senadora Ana Amélia para que a comissão realize um ciclo de palestras ao longo do biênio a fim de subsidiar os trabalhos da comissão. Os temas seriam variados, como sustentabilidade do meio rural, logística de transporte, sistema de armazenamento, proteção do meio ambiente e reforma agrária. As palestras vão acontecer às sextas-feiras, às 14h, e devem ser feitas em vários estados do país.

A primeira palestra aprovada pela comissão será para debater o emplacamento de máquinas agrícolas e será realizada na cidade de Não-me-Toque (RS), no dia 13 de março, onde acontece a Expodireto Cotrijal, uma feira de expositores de produtos do mercado agrícola.

— A edição da Resolução 429/2012, que prevê o emplacamento de máquinas agrícolas, sem dúvida, representa um entrave burocrático que vai de encontro ao desenvolvimento da atividade agrícola do país — justificou Ana Amélia.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247