Antecipação dos royalties só será votada em abril

O segundo turno da votação do polêmico projeto que prevê antecipação dos royalties previstos para o Estado da Bahia até 2018 só deve acontecer na Assembleia Legislativa em abril próximo, conforme previsão do presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT); derrotado uma vez na apreciação da matéria, o governo quer ver a matéria aprovada o mais rápido possível e objetivo inicial era apreciar o texto na próxima terça-feira; "Acho que a PEC dos royalties a gente só vota em abril. Os deputados não estão no clima e querem analisar com mais carinho", diz Marcelo Nilo

O segundo turno da votação do polêmico projeto que prevê antecipação dos royalties previstos para o Estado da Bahia até 2018 só deve acontecer na Assembleia Legislativa em abril próximo, conforme previsão do presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT); derrotado uma vez na apreciação da matéria, o governo quer ver a matéria aprovada o mais rápido possível e objetivo inicial era apreciar o texto na próxima terça-feira; "Acho que a PEC dos royalties a gente só vota em abril. Os deputados não estão no clima e querem analisar com mais carinho", diz Marcelo Nilo
O segundo turno da votação do polêmico projeto que prevê antecipação dos royalties previstos para o Estado da Bahia até 2018 só deve acontecer na Assembleia Legislativa em abril próximo, conforme previsão do presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT); derrotado uma vez na apreciação da matéria, o governo quer ver a matéria aprovada o mais rápido possível e objetivo inicial era apreciar o texto na próxima terça-feira; "Acho que a PEC dos royalties a gente só vota em abril. Os deputados não estão no clima e querem analisar com mais carinho", diz Marcelo Nilo (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O segundo turno da votação do polêmico projeto que prevê antecipação dos royalties previstos para o Estado da Bahia até 2018 só deve acontecer na Assembleia Legislativa em abril próximo, conforme previsão do presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT).

Já derrotado uma vez na apreciação da matéria, o governo quer ver a matéria aprovada o mais rápido possível e objetivo inicial era apreciar o texto na próxima terça-feira (11).

"Acho que a PEC dos royalties a gente só vota em abril. Os deputados não estão no clima e querem analisar com mais carinho", diz Marcelo Nilo em entrevista ao jornal A Tarde.

Integrantes da base governista, deputados do PT, PCdoB e PSD que estavam próximos a Nilo no momento da afirmação não reagiram.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email