Armando defende Dilma das críticas de Campos

Segundo o senador e pré-candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), o discurso de Eduardo Campos sobre a “inexperiência política” da presidente Dilma Rousseff é invalidado pelos candidatos do PSB que nunca disputaram eleições, mas que ainda assim são apoiados pelo governador nos pleitos, como o secretário da Fazenda, Paulo Câmara; parlamentar também rebateu as acusações de loteamento no governo Dilma e acusou o governador de fazer uso da prática na máquina estadual

Segundo o senador e pré-candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), o discurso de Eduardo Campos sobre a “inexperiência política” da presidente Dilma Rousseff é invalidado pelos candidatos do PSB que nunca disputaram eleições, mas que ainda assim são apoiados pelo governador nos pleitos, como o secretário da Fazenda, Paulo Câmara; parlamentar também rebateu as acusações de loteamento no governo Dilma e acusou o governador de fazer uso da prática na máquina estadual
Segundo o senador e pré-candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), o discurso de Eduardo Campos sobre a “inexperiência política” da presidente Dilma Rousseff é invalidado pelos candidatos do PSB que nunca disputaram eleições, mas que ainda assim são apoiados pelo governador nos pleitos, como o secretário da Fazenda, Paulo Câmara; parlamentar também rebateu as acusações de loteamento no governo Dilma e acusou o governador de fazer uso da prática na máquina estadual (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB) ,defendeu a presidente Dilma Rousseff (PT), das constantes críticas realizadas pelo governador e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos. De acordo com Armando, o discurso de Campos sobre a “inexperiência política” de Dilma é invalidado pelos candidatos do PSB que nunca disputaram eleições, mas que ainda assim são apoiados pelo governador nos pleitos. A referência diz respeito ao secretário da Fazenda Estadual, Paulo Câmara, indicado por Campos para disputar a sua sucessão. O parlamentar também rebateu as acusações de loteamento no governo Dilma e acusou o governador de fazer uso da prática na mpaquina estadual.

“É curioso porque esse discurso [de inexperiência] vale para Dilma e não vale aqui para identificar as credenciais do candidato da Frente [Frente Popular, conjunto de legendas que garantem a base de sustentação do governo estadual]”, rebateu Armando em entrevista à Rádio JC News, nesta segunda-feira (17). “Doutor Paulo Câmara nunca disputou uma eleição, nem de vereador, deputado, nunca se submeteu ao processo eleitoral. Não tem qualquer experiência política”, criticou o parlamentar.

As críticas de Campos acerca do “loteamento” de cargos no Governo Federal também foram rebatidas por Armando. “Em Pernambuco, não se oferece participação no governo, cargos a esses que integram essa aliança? Agora há pouco, ao PSDB não foi dada uma serie de posições no governo?”, questionou o parlamentar. “Aqui, essa participação se deu, em quase nada, em relação à governabilidade, mas a algo que corresponde a um prêmio por participação nessa aliança”, acrescentou Armando, remetendo aos cargos que foram dados ao PSDB na base administrativa de Pernambuco em janeiro. O PSDB já anunciou apoio a candidatura de Paulo Câmara ao Governo do Estado.

O secretário da Fazenda e provável candidato ao Governo pernambucano, Paulo Câmara, não foi poupado pelo senador. De acordo com Armando, é “estranho” que, de uma hora para a outra, Câmara tenha saído do anonimato para protagonizar diversas inserções do PSB na televisão, ao lado de Campos e do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).

“É um processo estranho. Ao tempo em que [Câmara] ainda exerce as funções de secretário da Fazenda, não se deve em princípio misturar essas posições. O secretário que é pré-candidato, e alguém que está no exercício da função, que é uma atividade meio e não propriamente finalística. É algo estranho”, analisou Armando. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email