Assembleia vai ceder servidores ao Estado

300 servidores da Assembléia Legislativa de Alagoas serão cedidos ao Governo do Estado através de um convênio. Os trabalhadores estão sem atribuições no Legislativo e deverão ser utilizados em atividades burocráticas na Secretaria de Estado da Defesa Social

300 servidores da Assembléia Legislativa de Alagoas serão cedidos ao Governo do Estado através de um convênio. Os trabalhadores estão sem atribuições no Legislativo e deverão ser utilizados em atividades burocráticas na Secretaria de Estado da Defesa Social
300 servidores da Assembléia Legislativa de Alagoas serão cedidos ao Governo do Estado através de um convênio. Os trabalhadores estão sem atribuições no Legislativo e deverão ser utilizados em atividades burocráticas na Secretaria de Estado da Defesa Social (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - A partir da próxima semana, 300 servidores que estavam sem atribuições, mas recebiam pelo Poder Legislativo passam a ficar à disposição do Estado. A ideia é que eles deem expediente na Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds). É o que garante o procurador-geral da Assembleia Legislativa Estadual (ALE), Fábio Ferrário. Segundo ele, o convênio que será firmado entre o governo do Estado e a Casa de Tavares Bastos está pronto, vai ser assinado entre o governador e a presidência da Mesa Diretora para, então, ficar valendo.

Conforme a explicação de Ferrário, essa quantidade de funcionários lotados na ALE é excedente e será cedida para que o Estado reforce o quadro da segurança pública. O planejamento inicial é para que os servidores atuem nas atividades burocráticas, em substituição ao efetivo da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Superintendência Geral de Administração Penitenciária (Sgap) deslocado de função. Esses policiais, bombeiros e agentes penitenciários devem, em tese, voltar às ruas.

"A relação dos servidores do Poder Legislativo já foi feita, aprovada pela Procuradoria-Geral da Casa e somente falta a assinatura do convênio entre as partes, que deve acontecer assim que houver compatibilidade da agenda entre o governador e o presidente da Mesa Diretora, deputado Fernando Toledo", afirmou Ferrário.

Ele explica que os funcionários a serem cedidos devem se apresentar, inicialmente, à Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp), já na próxima semana, assim que o convênio for celebrado entre a ALE e o Executivo.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email