Atletiba prenuncia a morte da Globo

"A partida na Arena da Baixada quebrou um paradoxo e serviu de exemplo para os demais times brasileiros, pois, mais que uma luta contra o monopólio da TV Globo nos eventos esportivos, representou um novo modelo de negócio", diz o jornalista Esmael Morais; "A transmissão pela internet também significou que as emissoras de tevê — tal qual os jornais impressos — aceleram o passo rumo à cova, ou seja, elas tendem rapidamente a se tornar obsoletas num mundo 100% digital"

"A partida na Arena da Baixada quebrou um paradoxo e serviu de exemplo para os demais times brasileiros, pois, mais que uma luta contra o monopólio da TV Globo nos eventos esportivos, representou um novo modelo de negócio", diz o jornalista Esmael Morais; "A transmissão pela internet também significou que as emissoras de tevê — tal qual os jornais impressos — aceleram o passo rumo à cova, ou seja, elas tendem rapidamente a se tornar obsoletas num mundo 100% digital"
"A partida na Arena da Baixada quebrou um paradoxo e serviu de exemplo para os demais times brasileiros, pois, mais que uma luta contra o monopólio da TV Globo nos eventos esportivos, representou um novo modelo de negócio", diz o jornalista Esmael Morais; "A transmissão pela internet também significou que as emissoras de tevê — tal qual os jornais impressos — aceleram o passo rumo à cova, ou seja, elas tendem rapidamente a se tornar obsoletas num mundo 100% digital" (Foto: Leonardo Attuch)

Por Esmael Morais

Com quase 4 milhões de visualizações, o clássico Atletiba desta quarta-feira (1º) foi o prenuncio da morte da Globo.

O jogo valendo pelo campeonato paranaense foi transmitido ineditamente pelo Youtube e Facebook.

A Globo melou a transmissão no último domingo (19/02), então, Atlético e Coritiba resolveram não dar o pontapé inicial em protesto contra o monopólio da emissora.

Por isso, o histórico Atletiba foi transferido para ontem, Quarta-Feira de Cinza.

A partida na Arena da Baixada quebrou um paradoxo e serviu de exemplo para os demais times brasileiros, pois, mais que uma luta contra o monopólio da TV Globo nos eventos esportivos, representou um novo modelo de negócio.

A Copel Telecom, subsidiária da Companhia Paranaense de Energia, foi a principal patrocinadora do “Fora Globo”.

A transmissão pela internet também significou que as emissoras de tevê — tal qual os jornais impressos — aceleram o passo rumo à cova, ou seja, elas tendem rapidamente a se tornar obsoletas num mundo 100% digital.

Na semana que passou, em Barcelona, Espanha, ocorreu o Mobile World Congress 2017. De lá vieram notícias nada animadoras para as tevês – em especial à Globo – por que estima-se que em dez anos 90% do conteúdo que assistiremos será transmitido online.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247